Na defensiva à espera do USDA, soja segue com pouca movimentação

Publicado em 10/06/2014 08:45 1819 exibições

O mercado da soja segue operando em compasso de espera na Bolsa de Chicago e registra movimentações bem pouco expressivas na manhã desta terça-feira (10). Os principais contratos trabalhavam, por volta das 8h40 (horário de Brasília), com ganhos de pouco mais de 1 ponto e o julho subia 7,25 pontos, valendo US$ 14,64 por bushel. 

À espera dos números do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) que serão divulgados amanhã (11), os investidores buscam se consolidar em um melhor posicionamento e assim trabalham na defensiva. 

Além disso, ontem o departamento reportou seu relatório de acompanhamento de safras indicando que o plantio da soja já foi concluído em 87% da área, número bem acima da média dos últimos anos e também do registrado na safra anterior, o que acaba limitando o potencial de alta dos vencimentos mais distantes

USDA pode reduzir estoques finais dos EUA

As expectativas dos traders indicam que as estimativas para os estoques finais norte-americanos, tanto da safra velha quanto da safra nova, serão reduzidos pelo departamento. Para a safra 2013/14, o esperado é que o volume caia de 3,54 milhões para 3,46 milhões de toneladas, enquanto os da 2014/15 poderão cair de 8,98 milhões para 8,76 milhões de toneladas.

Para a produção da nova safra, espera-se um número próximo de 98,71 milhões de toneladas, contra o estimado em maio de 98,93 milhões de toneladas. 

Sobre os estoques mundiais, as expectativas do mercado são de que, para a safra 2014/15, o número suba, ligeiramente, de 82,2 milhões para 82,5 milhões de toneladas. Já para a temporada atual, o número pode recuar levemente, passando de 67 milhões de 66,8 milhões de toneladas.

Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário