Com foco na demanda forte, soja tem altas de dois dígitos na CBOT

Publicado em 23/10/2014 10:49 e atualizado em 23/10/2014 12:34 1472 exibições

O mercado internacional da soja, nesta quinta-feira (23), opera com movimentações pouco expressivas depois de um início de semana agitado. Por volta das 11h30 (horário de Brasília), os preços trabalhavam em campo positivo e subiam pouco mais de 3 pontos nos principais vencimentos. A posição maio/15, referência para a safra brasileira, era cotada a US$ 9,86 por bushel. 

As informações de clima ainda estão no radar dos investidores, com o atraso da colheita nos Estados Unidos e do plantio no Brasil, porém, as previsões de melhores chuvas para as áreas produtoras brasileiras e de clima mais seco no Meio-Oeste americano, acabam limitando as altas na CBOT. 

Entretanto, a recuperação dos preços e a tentativa de manter essa corrida de altas se dá também em função de uma demanda muito presente e aquecida, segundo explica o analista de mercado Mário Mariano, da Novo Rumo Corretora. Ontem, o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) anunciou a venda de mais de 500 mil toneladas de soja em grão da safra 2014/15 para a China e destinos não revelados. 

"A demanda está presente nos Estados Unidos em um momento em que não são volumosas as vendas disponíveis para o mercado e, portanto, seria possível observarmos uma reação dos preços por conta dessa demanda momentânea", afirma Mariano. "A relevância da alta dos preços, não só pelo clima, mas também pela lentidão de vendas por parte dos produtores fez com que o mercado avançasse, não só na bolsa, mas também no mercado físico americano. Essa combinação de fatores momentâneos está trazendo o mercado um pouco mais aquecido nos últimos dois ou três pregões", completa. 

Nesta quinta-feira, o USDA anunciou uma nova venda - nesse caso de 118 mil toneladas de soja - também para a China com entrega na safra corrente, o que confirma essa presença forte dos compradores no mercado. Na última semana, as vendas semanais para exportação mais do que dobraram e foram lideradas pela nação asiática. 

As vendas semanais de soja totalizaram 2.169,7 milhões de toneladas e ficaram muito acima das expectativas do mercado, que apostavam em 900 mil toneladas. O volume super ainda as vendas da semana anterior, que foram de 935 mil toneladas. 

Assim, no acumulado do ano comercial 2014/15, o total de soja comprometido nos EUA é de 32.773,5 milhões de toneladas, ou seja, 73% do estimado pelo USDA para ser exportado nessa temporada de 46,270 milhões de toneladas. 

Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário