Soja faz Sorriso dobrar de tamanho a cada dez anos

Publicado em 10/12/2014 13:31 255 exibições
Capital Nacional da oleaginosa busca crescimento industrial e registra problemas de cidade grande, como a diferença de classes

Há trinta e cinco anos, quando Argino Bedin chegou ao Médio Norte de Mato Grosso, o que encontrou foi uma vila de umas cem famílias. Ele saiu de Renascença, Sudoeste do Paraná, na época uma senhora cidade já com três décadas de história.

Não faltou quem dissesse que Bedin estava louco. O que alguém podia esperar de Mato Grosso, uma região de madeira e cerrado, onde a melhor opção era plantar arroz.

Ele próprio foi testado. O arroz não se firmava e as terras, cada vez mais fracas, ameaçavam resumir um sonho em aventura, relata. O primeiro lampejo do futuro só veio depois de três safras, em 1982,quando chegaram à região duas variedades de soja. 

Leia a notícia na íntegra no site da Gazeta do Povo.

Tags:
Fonte:
Gazeta do Povo

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário