Soja segue operando de lado em Chicago nesta 6ª, mas tenta se manter em campo positivo

Publicado em 18/12/2014 13:56 223 exibições

Na sessão desta quinta-feira (18), o mercado internacional da soja, mais uma vez, opera de lado na Bolsa de Chicago. Por volta das 14h29 (horário de Brasília), os ganhos dos principais vencimentos variavam entre 0,75 e 3,25 pontos na Bolsa de Chicago. O contrato maio/15, referência para a safra brasileira, era negociado a US$ 10,44 por bushel. 

No Brasil, os preços sentem uma ligeira pressão do dólar, que hoje opera em queda frente ao real e, por volta das 14h40, perdia mais de 1,5%, cotado a R$ 2,662. 

De acordo com os analistas, o mercado ainda caminha sem uma direção bem definida ou oscilações mais expressivas em razão da falta de novidades. Apesar de as atenções estarem voltadas para os números semanais que são divulgados pelo USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos), nem mesmo esses dados têm estimulado uma movimentação mais forte entre as posições mais negociadas. 

Nesta quinta-feira, o USDA informou que, na semana que terminou em 11 de dezembro, as vendas norte-americanas de soja vieram menores do que as registradas na semana anterior - e isso já vinha sendo esperado pelo mercado, segundo analistas do site norte-americano Farm Futures - e totalizaram 696 mil toneladas. 

Além disso, o USDA anunciou ainda a venda de 1,5 milhão de toneladas de soja da safra 2015/16 para a China, volume, muito provavelmente, referente ao acordo firmado entre traders norte-americanos e uma comissão chinesa que visita os EUA essa semana. 

 

Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário