Cotação da soja em Chicago encerra em campo misto e sem tendência para próximos pregões

Publicado em 23/12/2014 17:28 e atualizado em 24/12/2014 13:48 478 exibições

Os contratos futuros da soja negociados na Bolsa de Chicago encerraram a segunda-feira em campo misto e com poucas alterações em relação ao fechamento anterior. Os contratos com entrega em janeiro fecharam com alta de 0,25 pts , a US$ 10,38 /bushel. A posição março de 2015 teve cotação de US$ 10,45/ bushel e sem alteração.Já o vencimento Maio de 2015 recuou 0,25 pts com valor de US$ 10,53/bushel.

Foi uma sessão onde as cotações trafegaram pelos dois lados da tabela, com recuos durante o pregão noturno e recuperação de até 11 pontos no primeiro vencimento ao longo do pregão regular , quando o mercado encontrou suporte em fatores técnicos, com os investidores buscando um melhor posicionamento frente ao feriado de Natal,que deixa a bolsa fechada no dia 25 e com pregão mais curto nesta quarta-feira(24).

Mercado Interno

No mercado interno o dia foi de poucos negócios e sem grandes alterações nos preços. Com a proximidade do final do ano, os preços da soja ficaram de estáveis a mais altos nas principais praças do Brasil.
 

De acordo com a consultoria SAFRAS & Mercado,foram registradas movimentações apenas nos mercados disponível e futuro do Rio Grande do Sul e futuro do Mato Grosso. Os negócios foram pouco expressivos e o resto do mercado ficou bastante parado.
 
Em Passo Fundo (RS), a saca de 60 quilos subiu de R$ 67,50 para R$ 68,00. Na região das Missões, o preço subiu de R$ 67,00 a saca para R$ 67,50. No porto de Rio Grande, as cotações subiram de R$ 69,00 para R$ 70,00 a saca.

Em Campo Novo do Parecis/MT , de acordo com informações da Coocelm, houve elevação de 0,89% nas cotações em relação ao dia anterior com negócios a R$ 56,50 a saca.
 

Câmbio

 O dólar subiu mais de 1,5% nesta terça-feira, voltando para o patamar de 2,70 reais, após a divulgação do PIB dos Estados Unidos, que mostrou fortalecimento da economia norte-americana no terceiro trimestre deste ano e motivou a ampliação de apostas de aumento de juros pelo Federal Reserve.

A moeda norte-americana fechou em alta de 1,64 %, a 2,7045 reais na venda, após atingir 2,7104 na máxima do dia e 2,6521 na mínima.

 Veja as demais cotações do complexo soja, clique aqui
  

Tags:
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário