Preços em queda e altos custos marcaram última safra de soja em MT

Publicado em 30/12/2014 15:32 101 exibições

Na safra 2013/14, Mato Grosso alcançou a maior produção de soja, de 26,3 milhões de toneladas em uma área de 8,4 milhões de hectares, de acordo com dados do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea). A forte demanda externa levou o Estado a volumes de exportação recordes, chegando a 14,18 milhões de toneladas (+15.66%, dados Imea). Mas, se por um lado o dólar alto (média de R$ 2,35 em 2014) beneficiou as cotações internas que tiveram média de R$ 54,38 (+2,88%, dados Imea), também elevou os custos de produção, que chegaram aos maiores patamares do Estado, de acordo com o Instituto. A margem de lucro dos sojicultores mato-grossenses ficou apertada.

Problemas climáticos, como excesso de chuva na colheita; maior incidência de doenças, principalmente Ferrugem Asiática; e custos elevados e baixos preços no mercado internacional marcaram esta safra na avaliação do presidente da Aprosoja, Ricardo Tomczyk. No entanto, ele destaca que, de maneira geral, esses fatores não comprometeram a produção média do Estado.

Veja a notícia na íntegra no site do G1 MT

Tags:
Fonte:
G1 MT

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário