China bloqueia exportações argentinas de óleo de soja

Publicado em 10/10/2016 15:31
369 exibições

A China decidiu bloquear o ingresso de óleo de soja argentino, por motivos ainda desconhecidos, embora a decisão venha logo após a paralisação das obras das represas Jorge Cepernic e Néstor Kirchner na província de Santa Cruz.

Ambas as obras foram assinadas pelo governo de Cristina Kirchner e estimadas em 4,714 bilhões de dólares a um consórcio integrado pela corporação chinesa Gezhouba Group Company e Eletroengenharia S.A.

Desde que Mauricio Macri assumiu, em dezembro de 2015, as obras foram interrompidas com o objetivo de avaliar o custo de oportunidade e o impacto ambiental.

Cabe recordar que a China já havia bloqueado as importações de óleo de soja da Argentina entre abril de 2010 e maio de 2011 como represália às medidas anti-dumping que Kirchner aplicou aos produtos chineses.

No entanto, ao decorrer do ano, foram declaradas exportações de 4,61 bilhões de toneladas de óleo de soja a um valor de 3,180 bilhões de dólares. A maior parte dos envios foi destinada para Índia, Egito, Bangladesh, Peru, Argélia, Irã, entre outros países.

Por Izadora Pimenta, com informações do Infocampo.com.ar
Fonte Notícias Agrícolas

Nenhum comentário