Estoques finais de soja na safra 16/17 do MT deve ficar em 220 mil toneladas, estima Imea

Publicado em 11/10/2016 08:19
151 exibições

Em outubro foi lançado a primeira estimativa de oferta e demanda da soja em grão para a safra 2016/17, onde são aguardados volume recordes de oferta e demanda para a nova temporada. E atualizado os dados da safra 2015/16 de soja em Mato Grosso.

A safra 2015/16 teve seus dados de oferta reajustado para cima enquanto que a demanda apresentou uma redução em relação a previsão anterior. Com a consolidação da produção da safra 2015/16 em 27,81 milhões de toneladas, a oferta da safra firmou-se em 28,12 milhões de toneladas, representando um aumento de 1,1% em relação à estimativa de julho.

Para a demanda, a nova estimativa apresentou um recuo de 0,7% em relação à previsão anterior. Enquanto isso, a expectativa de exportação e consumo interestadual foram reajustadas para cima, com o consumo interno (esmagamento) apresentando significativo recuo em sua expectativa. A previsão de julho que indicava um volume de 8,89 milhões de toneladas a serem esmagadas foi reduzida para 7,27 milhões de toneladas na nova previsão, devido, sobretudo, à redução na margem bruta de lucro das esmagadoras que desestimulou os volumes que estavam sendo aguardados para esmagamento no segundo semestre de 2016.

Com a elevação na estimativa de oferta e recuo da demanda da safra 2015/16 na nova previsão, os estoques finais da safra atual devem apresentar volumes significativos de 690 mil toneladas ao fim de 2016, firmando-se acima dos estoques finais registrados nas últimas safras.

Já para a safra 2016/17, a estimativa inicial prevê uma oferta do grão de 30,58 milhões de toneladas, sendo 2,47 milhões de toneladas ou 8,8% superior a nova previsão da temporada 2015/16. Tal incremento se dá não só pelo aumento da produção, que deve atingir 29,90 milhões de toneladas em Mato Grosso, como também, devido à elevação no volume de estoque final da safra 2015/16.

Já para a demanda é esperado nesta primeira estimativa um aumento ainda maior que a oferta, cerca de 10,7% acima da safra 2015/16, registrando volumes de 30,36 milhões de toneladas. Com o grande volume a ser ofertado no novo ciclo, espera-se que o consumo estadual (esmagamento) e exportação cresçam no novo ciclo, cerca de 26,1% e 8%, respectivamente, em relação a temporada atual. Enquanto que o envio de soja a outros estados (consumo interestadual) apresente um pequeno recuo de 200 mil toneladas em relação ao que foi destinado na temporada atual.

Com a expectativa de uma demanda crescendo um pouco mais forte que a oferta, os estoques finais da próxima temporada devem voltar aos patamares das últimas safras, com 220 mil toneladas. O que corresponderá a um recuo de 67,9% em relação aos elevados estoques de 690 mil toneladas esperados para a safra 2015/16.

Fonte Imea

Nenhum comentário