Soja: Preços seguem operando com estabilidade em Chicago, testando os dois lados da tabela

Publicado em 18/11/2016 14:17 204 exibições

Os preços da soja seguem atuando com estabilidade e testando os dois lados da tabela na Bolsa de Chicago na tarde desta sexta-feira (18). Os futuros da oleaginosa, por volta das 14h40 (horário de Brasília), subiam 0,50 e 0,25 ponto nas duas primeiras posições, enquanto as duas últimas, entre as mais negociadas, recuavam 0,25, Ainda assim, o maio/17, referência para a nova safra do Brasil, se mantinha acima dos US$ 10,00 por bushel. 

Analistas internacionais explicam que, mais uma vez e apesar de alguns bons fundamentos positivos, o dólar, no exterior, faz novas máximas hoje e chega ao seu mais alto patamar em 13 anos e meio, pesando sobre as commodities de uma forma geral. De acordo com os especialistas, as recentes declarações do Federal Reserve, por meio de Janet Yellen, sua presidente, de que uma alta dos juros pode nos EUA poderia acontecer nos próximos meses motiva ainda mais esse movimento. 

Os negócios com a commodity concluem essa semana ainda registrando volatilidade e a influência não só dos fundamentos, bem como do cenário externo com as movimentações e notícias que chegam do mercado financeiro. Os traders se dividem agora entre as boas novas da demanda, o andamento do dólar e o clima para a safra da América do Sul, principalmente, segundo explicam analistas e consultores de mercado. 

E da ponta da demanda, ainda nesta sexta, o USDA (Departamento de Agriculturoa dos Estados Unidos) trouxe o anúncio de uma nova venda de soja para a China de mais 165 mil toneladas. Nesta semana, em todos os dias, com exceção da quinta-feira (17), foram feitos novos anúncios e, no acumulado, as vendas norte-americanas para a nação asiática e demais destinos já somam 1,03 milhão de toneladas.

 

 

Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário