Paraguai tem alta produção de soja e boa qualidade de trigo em 2016, mas sofre com insegurança

Publicado em 27/12/2016 13:31
483 exibições

A União de Grêmios de Produção do Paraguai, por meio de seu presidente, Héctor Cristaldo, fez um balanço de 2016 ressaltando os rendimentos da soja e a qualidade do trigo.

Cristaldo disse que foi um ano economicamente ajustado e que é importante destacar que os volumes alcançados na soja e no trigo se deve ao estímulo ao trabalho dos produtores.

"Os preços não acompanharam e não devem terminar de equilibrar-se no setor de grãos", disse.

O ano de 2017 deve ser difícil para o país por ser um ano pré-eleitoral. Essa situação pode gerar eventos que barrem a economia nacional, mas Cristaldo expressou seu desejo de que isso não ocorra.

A Câmara Paraguaia de Exportadores e Comercializadores de Cereais e Oleaginosas (Capeco) disse que a colheita de soja será recorde, com 9,3 milhões de toneladas. O trigo, por sua vez, se destaca por ter a melhor qualidade do continente.

Insegurança

O homicídio e o sequestro de produtores é algo que afeta a produção no Paraguai.

Cristaldo lembrou o protesto de agricultores no norte do departamento de Alto Paraná por conta do assassinato de alguns colegas.

Em sua opinião, "o tema da segurança segue pendente. Tivemos que fazer uma grande mobilização para pedir por segurança e paz. Estamos lamentando várias mortes de produtores no ano. Temos outros quatro sequestrados também em zonas produtivas", lamentou.

Tradução: Izadora Pimenta

Fonte: Todoelcampo.com.uy

Nenhum comentário