Industrialização da soja no Paraguai triplicou nos últimos cinco anos

Publicado em 09/01/2017 14:33
702 exibições

A Câmara Paraguaia de Exportadores e Comercializadores de Cereais e Oleaginosas (Capeco) destacou que a industrialização de soja no Paraguai triplicou nos últimos cinco anos, passando de 1,43 milhões de toneladas em 2011 para 4 milhões de toneladas em 2016.

O grande desenvolvimento do esmagamento nacional da oleaginosa se deu devido aos importantes investimentos realizados por empresas multinacionais e locais, que encontraram incentivos e atrativos importantes para se instalar no país.

A Capeco também apontou que as medidas adotadas pela Argentina para facilitar a importação de soja do Paraguai e de outros países não teve um efeito significativo para a indústria nacional, já que este mercado representa apenas 7% do total exportado para o mundo.

Mesmo com a capacidade de esmagamento, as indústrias de óleo locais foram responsáveis também por exportar 36% da soja em estado natural, o que representa 2 milhões de toneladas.

A exportação de grãos de soja, por sua vez, teve um crescimento de 22% em 2016 e representou uma temporada de recorde absoluto para o produto. Os embarques totalizaram 5.370.230 toneladas em 2016, enquanto em 2015 o volume comercializado foi de 4.403.986 toneladas.

A União Europeia é o mercado que mais compra do Paraguai, com 29% do volume adquirido. Em sequência vem a Rússia, com 18%, Turquia, com 13%, Brasil, 8%, Argentina, 7%, México, 6%, África do Sul, 5%, Israel, 5%, Coreia do Sul, 3% e outros, 6%.

Tradução: Izadora Pimenta

Tags:
Fonte: ElAgro.com.py

0 comentário