Primeiras sacas da soja PR não agradam produtores do Noroeste

Publicado em 19/01/2017 14:02 e atualizado em 19/01/2017 14:56
603 exibições

Ivatuba foi o primeiro município paranaense a dar a largada na colheita da soja. Nessa região do Noroeste, os irmão Formagio, Valdinei e Valmir, entraram com as colheitadeiras no último final de semana e não ficaram muito satisfeitos.

Contavam com a retirada de 120 a 130 sacas por alqueire, mas viram mesmo que os primeiros talhões estão dando em média 80 sacas. Assim como os Formagio, aqueles que estão colhendo a soja no entorno de Maringá estão fazendo sobre lavouras de sementes precoces, que permite a colheita 120 dias após o plantio.

"Faltou pouco mais de chuva em outubro e começo de dezembro", disse Valdinei.

O resto das plantações dos produtores é com soja mais tardia, que vai receber as máquinas no final deste mês. Daí que os dois, e também José Oscar Dantes, contam com o clima favorável como vem sendo até o momento para a média ficar dentro do pretendido.

Os produtores da região correm também para que a a colheita da soja não atrapalhe o plantio do milho de inverno. Querem ficar na janela de plantio não apenas para garantir a produtividade, mas especialmente para se evitar a colheita da safrinha bem durante o período de maior incidêcia de geadas.

Com informações do site O Diário

 

 

 

 

Tags:
Por: Giovanni Lorenzon
Fonte: O Diário

0 comentário