Argentina: mais de 700.000 ha estão debaixo d'água entre Córdoba e Buenos Aires

Publicado em 31/01/2017 10:55
4569 exibições

Um estudo elaborado pela Agência de Extensão Rural (AER) do Instituto Nacional de Tecnologia Agropecuária (INTA) da Argentina, a Aapresid e o Crea de Laboulaye, em Córdoba, concluiu que há mais de 700.000 hectares debaixo d'água no limite entre Córdoba e Buenos Aires.

Utilizando imagens de satélite com dados até 17 de janeiro, se estima que há 468 mil hectares completamente inundados no departamento Presidente Roque Sáenz Peña, 115 mil em General Rosa e 113 mil do município de General Villegas, em Buenos Aires.

Isso significa 55% do total de superfície desses três locais (1,29 milhões de hectares).

O informe foi completado com uma enquete feita para 25 produtores agropecuários, que envolveu dados de 102 propriedades, com uma área de 65 mil hectares. O cálculo é de que 27% dessas áreas tem algum dano por inundações: 10% não puderam ser plantadas e em 17% os cultivos plantados foram perdidos.

A isso, soma-se também 16% de milho e soja que estão em pé, porém em estado "regular", o que poderia gerar perdas caso haja novas chuvas.

O cultivo que mais sofreu perda de área foi a soja de segunda etapa de plantio, com 32% sobre a superfície plantada total de 8.353 hectares. Logo em seguida, vem a soja de primeira etapa de plantio, com 20% de perda, sobre 26.811 hectares, milho tardio, com 18% sobre 9.774 hectares e milho preoce, com 13%, sobre 9.213 hectares.

Tradução: Izadora Pimenta

Fonte: Infocampo

0 comentário