Índia deve aumentar em 50% as importações de óleo de soja da Argentina

Publicado em 01/02/2017 11:20
200 exibições

O principal comprador de óleo de soja argentino, a Índia, deve aumentar suas importações do país em 50%, de acordo com um boletim da Bolsa de Comércio de Rosário (BCR).

O boletim aponta que, até 2025, as importações devem crescer dos 2,7 milhões de toneladas atuais para 4,2 a 4,7 milhões de toneladas.

"Nosso país é o primeiro exportador mundial de óleo de soja e a Índia é o principal cliente no exterior. Que siga aumentando o consumo de óleo, pois é uma notícia realmente importante para a Argentina", destacam Julio Calzada e Federico Di Yenno, da Direção de Informações e Estudos Econômicos da BCR. A projeção foi feita depois de uma reunião com a delegação da Associação de Indústrias Extratoras de Óleos Vegetais da Índia, que visitou a cidade de Rosario, em Santa Fe.

Na safra 2015/16, a Argentina embarcou 5,7 milhões de toneladas ao mercado externo, superando com muita margem o Brasil, que é o segundo maior exportador e enviou 1,5 milhões de toneladas. O terceiro é os Estados Unidos, com 1 milhão de toneladas.

A medida em que as importações por parte da Índia crescem, as importações da China reduzem. Há cinco anos, o gigante asiático era o segundo destino para esse produto, com 752.000 toneladas, mas no ano passado não comprou uma tonelada sequer do produto.

Tradução: Izadora Pimenta

Fonte: Clarín

0 comentário