Soja: Mercado em leve queda, no aguardo de noticias de clima e condições das lavouras, por Miguel Biegai da OTCex Group

Publicado em 17/07/2017 07:14 e atualizado em 17/07/2017 17:13
717 exibições

mini LOGO OTCex

Bom dia. Os contratos futuros de soja trabalham em ligeira queda nesta madrugada de segunda-feira (17/07). No momento em que escrevo este reporte (06:20 da manha do horário Brasília), o contrato de novembro/17 estava cotado em US$ 996,50 cents/bushel, e vai operando com 5 pontos de baixa. A madrugada está relativamente movimentada, com cerca de 22 mil contratos sendo negociados apenas no novembro, embora a volatilidade não esteja alta, com a máxima atingindo US$ 1002,25 neste vencimento. 

Os mapas climáticos mudaram um pouco neste final de semana. Diminuiu a área de chuva para a parte Oeste do Corn Belt, para a previsão de 6 a 10 dias do NOAA, mas em compensação aumentou a área de chuva para a parte Leste. Nos mapas de temperatura, mudanças pouco relevantes, mas mantendo um quadro de calor acima do normal para quase toda a região produtora.

Na sexta-feira passada, o relatório de posição dos fundos indicou que os mesmos praticamente se livraram de seu grande estoque de posições vendidas que carregavam até duas semanas atrás, e pelo menos até o dia 11 de julho (terça feira passada) estavam com um pouco mais posições de compradas do que vendidas (considerando futuros e opções combinadas). No entanto, é bom lembrar que na quarta e quinta, houve duas quedas fortes no mercado, e provavelmente devem estar “equilibrados” entre compras e vendas. Ou seja, só reforça o momento de indecisão. Este quadro deve se manter por alguns dias. 

Hoje é dia de relatório de condições das lavouras (crop progress), veremos o que o USDA nos reserva, no final da tarde. Se houver nova redução das condições, podemos ter mais suporte para novas altas na semana. Embora não se possa esperar algum movimento muito pesado como tem ocorrido nos últimos dias. Conheço vários traders que entraram comprando na quinta-feira, quando o mercado foi abaixo dos US$ 1000,00 cents/bushel no novembro e achavam aquele movimento de mais de 45 de baixa um tanto exagerado. 

Graficamente, aparente suporte nos US$ 993,00, que é a retração fibonacci e foi a minima de hoje. Em teoria o mercado está se “armando” para uns dois dias de alta, porém moderados e sem grandes sobressaltos, salvo novas chuvas aparecendo nos mapas, o que como sabemos, podem surgir a qualquer momento em pleno mercado de clima.

Gráfico Miguel Biegai

Fonte: OTCex Group

Nenhum comentário