Soja tem 5ª feira de novas e fortes baixas em Chicago com mais chuvas chegando aos EUA

Publicado em 03/08/2017 07:42
2609 exibições

As chuvas continuam chegando ao Meio-Oeste norte-americano e pesando severamente sobre os preços da soja na Bolsa de Chicago. Nesta quinta-feira (3), os futuros da oleaginosa, por volta das 7h20 (horário de Brasília), perdiam mais de 15 pontos entre os principais vencimentos. Com isso, o novembro/17 já valia US$ 9,60 por bushel. 

Segundo o analista de mercado da Futures International, Terry Reilly, acredita que as condições da safra norte-american podem melhorar nas próximas duas semanas na medida em que elas continuem nesse que é um dos momentos mais importantes para a cultura. 

As previsões para os próximos dias, até meados de agosto, seguem indicando precipitações com bons volumes acumulados no Corn Belt. 

Ainda nesta quinta-feira, o mercado se atenta aos números do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) que trazem a atualização das vendas semanais para exportação. As expectativas do mercado são de algo entre 100 mil e 300 mil toneladas para a safra velha e mais de 250 mil a 450 mil toneladas da safra nova. 

Veja como fechou o mercado nesta quarta-feira:

>> Soja: Apesar das leves altas em Chicago, preços no interior do Brasil cedem até 4% nesta 4ª feira

Tags:
Por: Carla Mendes
Fonte: Notícias Agrícolas

1 comentário

  • Carlos William Nascimento Campo Mourão - PR

    Se estas previsões se confirmarem, os especuladores irão derrubar ainda mais os preços na bolsa e consequentemente aqui no Brasil. Aqui no oeste do Paraná, a soja está cotada a R$ 56,50 e o milho a R$ 16,00. Nenhuma das duas lavouras é viável nestes preços. Não sei em outras regiões, mas acredito que quanto mais longe dos portos, pior será. A cotação do dólar, que poderia ajudar a amenizar estas quedas, também está ladeira á baixo. Tempos difíceis nos esperam.

    2