Soja: Mercado em leve queda. Janeiro/18 tenta se manter acima de US$ 10,00/bushel, por Miguel Biegai

Publicado em 07/12/2017 08:28
241 exibições

mini LOGO OTCex

Bom dia! Os contratos futuros de soja na bolsa de Chicago operam em baixa nesta madrugada de quinta-feira (07/12). Janeiro/18,  está com 2,75 centavos de baixo, e está cotado exatamente em US$ 1000 centavos por bushel.  Aliás, o contrato de janeiro/18 já começa a perder volume total de posições em aberto, enquanto que o março/18 está aumentado dia após dia. Ou seja, o novo contrato driver deve ser o março/18 até mais ou menos final da semana que vem. 

Ontem, foi um dia de considerável queda. O mercado chegou a estar com baixa de 13 centavos, acabou fechando em 5,75 pontos de recuo. Os motivos foram vários: 1) chuvas que apareceram nos mapas para a Argentina no período de 5 a 7 dias; 2) queda forte do petróleo ; 3) realização técnica de lucros depois de 3 dias de alta. 4) produtores americanos entrando vendendo soja. Vamos a eles.

1) Apesar dos mapas de médio prazo continuarem a mostrar pouca chuva para a Argentina, os de curto prazo mudaram e agora mostram precipitações nos próximos dias, pegando inclusive em regiões que já precisavam de umidade. La Niña “fraco” é assim mesmo: irregularidade e quase imprevisibilidade;

2) O petróleo despencou ontem. Foi mais de 2% de queda. E o petróleo sempre influencia as commodities agricolas. Os estoques de gasolina americanos estão aumentando muito. Só não se sabe se é por retração na economia americana (não parece ser o caso), ou se é porque está aumentando velozmente a frota de veículos híbridos/elétricos nos EUA. Aqui na Suíça, vejo cada vez mais carros híbridos nas ruas; 

3) Depois de subir 30 centavos em 3 dias, é normal uma realização técnica de lucros; 

4) Apareceu razoável quantidade de oferta no mercado mundial, quando os preços estavam acima de US$ 1010. Em um grupo de whatsapp que participo, perguntei para um produtor americano porque ele estava vendendo soja, mesmo com um provável La Niña vindo para a América do Sul. Ele me falou assim : “Eu esperava colher 25.000 bushels de soja esse ano, e colhi 30.000 bushels, e cheguei a temer que o mercado fosse abaixo de US$ 900 centavos. Como estava acima de 1000 cents, resolví vender uma parte e comprar umas calls de strike 1020 do março.”, respondeu ele com simplicidade e sabedoria. 

Graficamente, o mercado ainda não conseguiu se estabilizar o suficiente para retornar à tendência de alta. O clima vai ditar tudo daqui pra frente, e a volatilidade retorna. Isso vai abrir grande quantidade de oportunidades no mercado.

Gráfico Miguel Biegai

Fonte: OTCex Group Genebra

Nenhum comentário