Notícias Agrícolas e Labhoro Corretora embarcam para a Argentina para trazer informações atualizadas da safra 2017/18

Publicado em 09/02/2018 13:42 e atualizado em 10/02/2018 19:33
2269 exibições

LOGO nalogo

O Notícias Agrícolas e a Labhoro Corretora embarcam neste final de semana para a Argentina para conferir as reais condições da nova safra de grãos do país. As lavouras argentinas entram em sua fase mais crítica, sofrendo com adversidades climáticas e o objetivo desse crop tour, portanto, é o de trazer uma perspectiva mais assertiva da produção do país. 

Assim, durante o Carnaval no Brasil, o Notícias Agrícolas, junto da Labhoro, não para e vai trazer informações in loco, que neste momento são as mais importantes para a formação dos preços, principalmente da soja, no mercado internacional. O tour acontece entre os dias 10 e 17 e será liderado pelo diretor da corretora, Ginaldo Sousa. 

Então, fique ligado em dados atualizados diariamente por aqui a partir desta segunda-feira, 12 de fevereiro. 

"Estamos fazendo isso para trazer aos nossos irmãos brasileiros e aos nossos clientes e amigos coisas transmitidas diretamente das lavouras onde cada um pode assegurar e verificar aquilo que estamos dizendo", diz Ginaldo Sousa. 

Abaixo, o mapa mostra o roteiro que será percorrido nestes dias e a grande área produtiva que será coberta para a avaliação das lavouras. 

Mapa - Crop Tour Argentina 2018

Caminhoneiros argentinos suspendem protesto que afetava exportação de grãos

BUENOS AIRES (Reuters) - Caminhoneiros argentinos encerraram um protesto que afetava a exportação de grãos e terão uma audiência em 23 de fevereiro com autoridades do Ministério dos Transportes, disse no sábado um funcionário da pasta à Reuters.

A demonstração de força fez com que quase uma centena de barcos atrasassem na sexta-feira devido à impossibilidade de carregar os grãos no porto de Rosário, o principal porto agroexportador do país.

"A audiência foi concedida a quatro indivíduos que apresentaram uma petição após terem anunciado que a medida foi suspensa", disse à Reuters Guillermo Campra, diretor nacional de cargas do Ministério do Transporte.

"Lamentavelmente eles decidiram protestar desta forma, sem pedir um diálogo antes", acrescentou, referindo-se à demonstração e força que se prolongou por mais de uma semana.  

Caminhoneiros iniciaram há quase 10 dias um protesto que limitou o trânsito de veículos carregando grãos para abastecer as empresas que processam soja, milho e trigo e seus derivados em um dos maiores fornecedores globais de alimentos.

Tags:
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário