Casos de ferrugem no Brasil chegam a 97 de acordo com Consórcio Antiferrugem; MT registra primeiro caso em lavoura comercial

Publicado em 17/12/2018 14:55 e atualizado em 17/12/2018 16:07
1166 exibições

LOGO nalogo

As ocorrências de ferrugem asiática na safra 2018/19 seguem aumentando por todo o Brasil. Segundo dados divulgados pelo Consórcio Antiferrugem, já são 97 ocorrências identificadas em lavouras comerciais por todo o país, com destaque para o estado do Paraná que lidera o ranking com 42.

consorcio

“O produtor, de uma forma geral, relaxou com a questão do vazio sanitário e sobrou muita soja guaxa nas lavouras. Além disso, em outros anos houve geada e isso fez um vazio sanitário natural ou houve uma condição mais seca no período de entre safra que fez essa soja voluntaria morrer e não completar todo o seu ciclo. Nesse ano as condições climáticas favoreceram o aparecimento da ferrugem mais cedo", diz o coordenador estadual de grãos da Emater/PR, Nelson Harger em entrevista ao Notícias Agrícolas.

No final da semana passada o estado do Mato Grosso teve registrado seu primeiro caso de ferrugem asiática em lavoura comercial na cidade de Sapezal. Até então o estado tinha incidência de ferrugem apenas em soja voluntária.

“Demorou para acontecer um caso no estado, mas sabíamos que uma hora iria ter. Tivemos uma condição climática muito favorável para a proliferação dos esporos com 10 dias de tempo fechado seguidos e isso colaborou para a ferrugem se instalar”, diz José Guarino Fernandes, delegado da Aprosoja MT e ex-presidente do Sindicato Rural de Sapezal.

A Aprosoja MT investiga se uma falha na aplicação dos preventivos possa ter ajudado os esporos a se fixarem, mas segundo Fernandes ainda é prematuro fazer esse tipo de afirmação. “Não temos como saber se houve falha nas aplicações ou não. O importante agora é o produtor da região redobrar os cuidados e as vistorias em suas propriedades. É preciso estar atento para não botar tudo a perder daqui para frente”.

O estado de Rondônia também foi outro que teve seu primeiro caso de ferrugem registrado na cidade de Vilhena. Este caso também preocupa os produtores do Mato Grosso, pela proximidade da divisa entre os estados. “São duas regiões muito próximas e sabemos que os esporos da ferrugem voam muito rápido pelo ar, então temos que estar atentos a esse caso de Rondônia também”, afirma José Guarino.

Confira as cidades onde a ferrugem foi identificada são, de acordo com o Consórcio Antiferrugem:

Mato Grosso – 1 ocorrência

Sapezal.

Mato Grosso do Sul – 10 ocorrências

Antônio João, Caarapó, Dourados, Laguna Carapã (2), Maracaju (4) e Sidrolândia.

Minas Gerais – 3 ocorrências

Conceição das Alagoas e Uberlândia (2).

Paraná – 42 ocorrências

Assis Chateaubriand, Braganey, Cafelândia (5), Campo Mourão, Cândido de Abreu, Cascavel, Corbélia (2), Coronel Vivida, Ipiranga, Jaguariaíva, Juranda, Londrina, Lupionópolis, Mamborê, Mangueirinha, Marechal Cândido Rondon, Mariópolis, Nova Cantu, Nova Santa Rita, Palotina, Peabiru, Piraí do Sul, Pitanga, Ponte Grossa, Quarto Centenário, Rancho Alegre do Oeste, Reserva, São João do Ivaí, São Pedro do Iguaçu, Teixeira Soares, Terra Roxa, Tibagi (2), Toledo (2), Ubiratã e Ventania.

Rio Grande do Sul – 26 ocorrências

Barra do Guarita, Campo Novo, Coronel Barros, Cruz Alta (2), Giruá (2), Iburá, Joia, Júlio de Castilhos, Liberato Salzano, Nonoai (3), Passo Fundo, Quinze de Novembro, Ronda Alta, Roque Gonzales, Santa Rosa, Santo Ângelo (2), Santo Augusto, Selbach, Tenente Portela e Tuparendi (2).

Rondônia – 1 ocorrência

Vilhena.

Santa Catarina – 7 ocorrências

Chapecó, Coronel Freitas, Ipuaçu, Irienópolis, Quilombo, São Domingos e Xenxerê.

São Paulo – 7 ocorrências

Artur Nogueira, Campinas, Itaberá, Itapetininga, Itapeva, São Miguel Arcanjo e Taquarivaí.

Por: Guilherme Dorigatti
Fonte: Notícias Agrícolas

1 comentário

  • Roque Rutili Palmeira das Missões - RS

    Bom dia. Fico aqui me perguntando se estes casos de não registro de ferrugem são pra maquiar a ineficiência dos fungicidas ou os produtores através de suas assistência técnica muitas vezes de fornecedores de insumos pra dizer que seus produtos sao muito eficientes e o produtor está certo em seu manejo ?

    0