Soja tem leve avanço em Chicago nesta 3ª em semana de USDA e Ano Novo Lunar na China

Publicado em 05/02/2019 08:30 e atualizado em 05/02/2019 11:49
931 exibições

LOGO nalogo

O mercado da soja segue caminhando de lado na Bolsa de Chicago e, nesta terça-feira (5), as cotações testavam pequenos ganhos entre os principais contratos. Por volta de 7h55 (horário de Brasília), os preços subiam entre 0,25 e 0,75 ponto, com o março/19 valendo US$ 9,18 e o maio/19 com US$ 9,33.

Os traders se mantêm cautelosos diante de muitos rumores que ainda rondam o mercado, ao passo em que poucas informações são efetivamente confirmadas. Mas, como explicam analistas internacionais, enquanto as compras da China que começam a ser refeitas nos EUA dão suporte aos preços, os altos estoques vistos por lá ainda exercem pressão sobre os futuros da oleaginosa. 

Além disso, a disputa comercial ainda segue entre os dois países e, até que seja encerrada e um acordo seja anunciado, os preços deverão apresentar esse comportamento, ainda de acordo com analistas e consultores. 

Ademais, nesta semana se deu início o feriado do Ano Novo Lunar na China, o mais longo do país e que mantém os mercados fechados, o que deve promover um arrefecimento dos negócios. E no paralelo, especulações e traders na defensiva à espera do novo boletim mensal de oferta e demanda que o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) traz na sexta-feira, dia 8. 

Especulações também sobre a conclusão da safra da América do Sul e sobre a nova dos EUA, que já indica uma redução da área de plantio. As confirmações sobre o cenário norte-americano ainda estão distantes, porém, os primeiros sinais já podem começar a aparecer em meados deste mês, com o Agricultural Outlook Forum, do USDA. 

Veja como fechou o mercado nesta segunda-feira:

>> Soja fecha em com ligeiros ganhos em Chicago nesta 2ª, mas ainda sem força para tendência de alta

Tags:
Por Carla Mendes
Fonte Notícias Agrícolas

Nenhum comentário