Soja segue caminhando de lado na Bolsa de Chicago nesta 4ª feira de olho na guerra comercial

Publicado em 20/03/2019 08:14
902 exibições

LOGO nalogo

A estabilidade no mercado internacional da soja continua. As cotações trabalhavam, por volta de 7h40 (horário de Brasília) desta quarta-feira (20) com leves baixas, as quais variavam entre 1 e 2,25 pontos. Assim, o maio valia US$ 9,01, enquanto o agosto era negociadoa a US$ 9,22 por bushel. 

O mercado e os traders seguem cautelosos e na defensiva à espera de novidades sobre a disputa comercial entre China e Estados Unidos. Até que uma decisão efetiva seja tomada, a lateralização dos futuros da commodity continua.

"Os traders esperam para ver o que virá das negociações, equanto têm um olho nas previsões climáticas para o Meio-Oeste, que está extremamente úmido ao passo em que o plantio está se aproximando", explicam os analistas da consultoria internacional Allendale, Inc. 

As atenções, todavia, estão voltadas também para a agressiva e recorde posição vendida que os fundos carregam não só na soja, mas nos grãos de uma forma geral. E qualquer notícia mais consistente poderia provocar uma mudança do sentido de suas operações. 

Veja como fechou o mercado nesta terça-feira e também as últimas informações sobre as enchentes nos EUA:

>> "Conversas com a China vão bem", diz Trump e soja fecha mais uma vez estável em Chicago

>> "Há milhões de bushels de grãos debaixo d'água", diz analista dos EUA

Tags:
Por: Carla Mendes
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário