Soja trabalha estável nesta 2ª à espera de novas informações sobre a safra dos EUA

Publicado em 03/06/2019 08:32 e atualizado em 03/06/2019 11:05
2834 exibições

LOGO nalogo

Os futuros da soja trabalham com leves baixas na manhã desta segunda-feira (3) na Bolsa de Chicago. Por volta de 7h55 (horário de Brasília), as cotações perdiam entre 1,75 e 2,50 pontos nos principais contratos, com o julho cotado a US$ 8,76 eo o agosto, US$ 8,82 por bushel. 

O mercado opera bem próximo da estabilidade neste início de semana e de mês, esperando, principalmente, pelas próximas informações sobre a nova safra dos Estados Unidos. 

De acordo com informações apuradas pela Labhoro Corretora, o fim de semana norte-americano registrou menos chuvas do que as previsões indicavam, o que poderia permitir um ligeiro avanço do plantio nos próximos dias. 

No entanto, os traders estão atentos ainda aos números que o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) traz nesta segunda-feira com o avanço dos trabalhos de campo na última semana. As chuvas foram muito intensas e não permitiram um grande progresso, segundo analistas e consultores. 

A expectativa é de que a área plantada da soja venha reportada em algo entre 41% e 43%. Os novos números saem às 17h (horário de Brasília), após o fechamento do pregão em Chicago. 

No cenário político e macroeconômico, atenção à guerra comercial, já que começam a valer hoje as tarifas de 25% dos EUA sobre produtos da China. A nação asiática já está retaliando. 

Leia mais

>> EUA inicia cobrança de tarifas 25% sobre a China, que responde na mesma moeda

E veja como fechou o mercado na última sexta-feira:

>> Soja fecha em queda na CBOT e, ao lado do dólar, pressiona portos do Brasil nesta 6ª

 

Tags:
Por: Carla Mendes | Instagram @jornalistadasoja
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário