Com foco no acordo comercial dos EUA-China, mercado da soja encerra a sessão desta 4ª feira com perdas na CBOT

Publicado em 25/09/2019 17:09
1208 exibições

LOGO nalogo

As cotações futuras da soja encerraram a sessão desta quarta-feira (25) com os principais vencimentos em campo negativo na Bolsa de Chicago (CBOT). Os principais vencimentos fecharam a sessão com quedas ao redor de 5,00 a 4,50 pontos. O contrato dezembro/19 terminou cotado a US$ 8,89 por bushel e o janeiro/20 trabalhava a US$ 9,03 por bushel. 

Segundo análise de Ben Potter da Farm Futures, os preços da soja registraram cortes moderados nesta quarta-feira em algumas vendas técnicas, em parte estimuladas pela incerteza comercial com a China, com a próxima rodada de negociações de alto nível começando no início de outubro em Pequim.

Segundo as informações da Reuters Internacional, a soja de Chicago caiu nesta quarta-feira devido às preocupações sobre as relações comerciais Estados Unidos-China que se tornaram ainda mais tensas e à medida que os previsões de geada poderiam afetar os rendimentos no Meio-Oeste dos EUA.

“O futuro da soja enfrentou pressão depois que o presidente Donald Trump criticou a política chinesa em seu discurso nas Nações Unidas na terça-feira, revivendo as preocupações de que a recente onda de compras da China possa acabar”, destacou a Reuters Internacional. 

De acordo com as informações da Reuters, o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) divulgou nesta quarta-feira que exportadores privados reportaram a venda de 581 mil toneladas de soja norte-americana para a China. “O anúncio vem dois dias depois dos operadores com conhecimento direto dos negócios afirmarem à Reuters que importadores chineses haviam comprado cerca de 600 mil toneladas da oleaginosa dos EUA após as negociações comerciais de segundo escalão ocorridas em Washington na semana passada”, informou a Reuters.

Leia mais: 

>>  Exportadores reportam venda de 581 mil t de soja dos EUA para a China, diz USDA

Mercado Interno

No caso do mercado interno, as principais praças pesquisadas pelo o Notícias Agrícolas registraram movimentações nas cotações na soja. Nas regiões de Ubiratã/PR e Londrina/PR, a saca terminou o dia com uma queda de 0,67% e cotada a R$ 74,50. Já em Pato Branco/PR, a soja está em torno de R$ 75,50/sc com uma queda de 0,66%.

Na região de São Gabriel Do Oeste/MS, a soja registrou uma desvalorização de 1,32% e está cotada a R$75,00. A saca futura em Porto Paranagua terminou o dia cotada a R$ 84,50 com uma perda de 0,59%. Já em Porto Rio Grande, a saca disponível registou uma queda de 0,23% e está cotada a R$ 86,30.

Por outro lado, a soja terminou o dia com valorização de 0,67% em Palma Sola/SC com a saca cotada a R$75,50. Em Sorriso/MT, a alta foi de 1,45% e a saca disponível está sendo negociada a R$ 70,00. Já em Brasília, a saca terminou cotada a R$ 78,00 com uma valorização de 0,65%

No Oeste da Bahia, as referências para a soja estão ao redor de R$ 72,50/sc com uma alta de 1,05%. No município de Assis/SP, a saca encerrou o dia cotada a R$ 76,70 com uma valorização de R$ 0,26%.

Segundo as informações da consultoria Agrifatto, os ajustes para os prêmios se deram após redução da escalada da tensão entre Estados Unidos e China, e com novo encontro devendo acontecer no início do próximo mês, novas variações para os prêmios nos portos brasileiros ainda podem ser registrados.

Confira como ficaram as cotações nesta quarta-feira:

>> SOJA

Por: Andressa Simão
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário