Soja sobe em Chicago nesta 5a feira com boas notícias vindas da demanda

Publicado em 07/11/2019 15:10
429 exibições
Ainda assim, mercado se ajusta antes do novo USDA

As boas notícias vindas da demanda puxam os preços da soja na Bolsa de Chicago nesta quinta-feira (7). Perto de 14h45 (horário de Brasília), os futuros da oleaginosa subiam pouco mais de 8 pontos, com o vencimento março valendo US$ 9,48 e o março, US$ 9,60.

O USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) trouxe bons números para as vendas semanais de soja para exportação. Foram 1.807,4 milhão de toneladas, enquanto o mercado esperava algo entre 600 mil e 1,2 milhão de toneladas. O volume é 92% maior do que na semana anterior e 41% do que a média das últimas quatro semanas. A China foi a maior compradora.

No acumulado do ano comercial, as vendas já totalizam 21.078,6 milhões de toneladas, perto das 21,54 milhões do ano anterior, neste período. 

Além disso, o USDA ainda informou a venda de 136 mil toneladas de soja para a China e 133 mil de farelo de soja para as Filipinas nesta quinta. 

O mercado recupera parte das últimas baixas do pregão anterior, quando foi pressionado pela notícia de que a reunião entre Donald Trump e Xi Jinping aconteça somente em dezembro. No entanto, à espera dos números do USDA, os traders reajustam suas posições.

O novo boletim mensal de oferta e demanda será reportado nesta sexta-feira, 8 de novembro, e pode, segundo analistas e consultores, trazer algumas correções na safra de soja dos EUA após tantos problemas com o clima. 

"Os comentários do mercado dão conta de que a espera é por uma safra de pouco mais de 95 milhões de toneladas frente as 96,6 milhões apontadas pelo USDA em outubro", diz o consultor de mercado Vlamir Brandalizze, da Brandalizze Consulting.

Tags:

0 comentário