Soja opera com estabilidade em Chicago nesta 6ª feira à espera dos números do USDA

Publicado em 10/01/2020 07:58 672 exibições

LOGO nalogo

O dia é de novos relatórios do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) e, à espera dos números, o mercado da soja opera estável na Bolsa de Chicago nesta sexta-feira (10). Os futuros da commodity, por volta de 7h40 (horário de Brasília), marcavam leves ganhos de 0,50 a 1 ponto. 

Dessa forma, o contrato janeiro tinha US$ 9,35 por bushel, o março US$ 9,44 e o maio, US$ 9,57. Segundo analistas e consultores de mercado, a volatilidade causada pelos boletins pode ser limitada em função das poucas mudanças que poderiam apresentar, segundo apontam as expectativas. 

Embora os reportes de janeiro, tradicionalmente, não tenham grande peso sobre o andamento das cotações, este ano a situação é diferente, como explica Todd Hultman, analista líder de mercado do portal internacional DTN The Progressive Farmer, em função dos fatores geopolíticos. 

"A China e os EUA estão prestes a assinar a primeira fase de um acordo comercial na próxima semana e há uma escalada nas tensões entre EUA e Irã - dois eventos importantes que serão monitorados pelos traders junto com os novos dados do USDA", diz Hultman. 

Veja os números com as expectativas na íntegra:

>> USDA: Expectativas indicam redução na produção e estoques de soja e milho dos EUA

Além dos relatórios de oferta e demanda e estoques trimestrais, o mercado ainda acompanha o boletim semanal de vendas para exportação, que foi adiado para de ontem para hoje. 

"Até conheceremos alguns destes números, o mercado tende a continuar lento, só na espera e ajustando posições", diz Steve Cachia, consultor da Cerealpar e da AgroCulte.

Veja como fechou o mercado nesta quinta-feira:

>> Soja: Dólar em alta nesta 5ª equilibra mercado no Brasil depois da baixas em Chicago

Tags:
Por:
Carla Mendes | Instagram @jornalistadasoja
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário