Soja tem altas de dois dígitos em Chicago nesta 6ª diante de perspectiva de melhor demanda nos EUA

Publicado em 20/03/2020 07:53 e atualizado em 20/03/2020 08:43
6535 exibições

LOGO nalogo

Os futuros da soja negociados na Bolsa de Chicago seguem trabalhando com altas expressivas nesta sexta-feira (20), dando continuidade ao movimento de ontem, quando a commodity subiu mais de 1%. Por volta de 7h20 (horário de Brasília), os principais contratos subiam entre 10,25 e 11 pontos, levando o maio a US$ 8,53 por bushel, o julho a US% 8,58 e o agosto a US$ 8,60. 

O mercado segue observando uma retomada das cotações depois de estar muito sobrevendido e acumulando baixas consecutivas e bastante severas. Da mesma forma, as perspectivas de uma melhor demanda nos EUA por soja em grão e derivados. Ontem, o farelo e o óleo subiram de forma expressiva, puxanod o grão, e hoje, o avanço continua, mesmo sendo de forma mais contida. 

"A expectativa de demanda melhor com a retração da presença da Argentina, seja devido às retenciones e/ou portos fechados, oferece suporte aos contratos spot. Mas o principal fator de alta é o sentimento de que podemos virar a guerra contra o coronavírus", explica Steve Cachia, consultor de mercado da Cerealpar e da AgroCulte.

No entanto, ainda como explica o especialista, a recuperação segue frágil, e com a proximidade do final de semana, ainda mais. "Teremos os próximos dois dias sem mercado, mas com a possibilidade de notícias negativas em relação ao surto do Covid-19. Quem já está preparado para correr esse risco e quem vai preferir voltar a se proteger e ficar na defensiva?", questiona Cachia. 

Veja como fechou o mercado nesta quinta-feira:

>> Soja em Chicago se recupera com otimismo no financeiro e percepção de que produto americano pode ter maior protagonismo em breve 

Tags:
Por:
Carla Mendes| [email protected]
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário