Soja segue estável em Chicago nesta 4ª feira de olho na demanda, política e safra dos EUA

Publicado em 06/05/2020 07:54 e atualizado em 06/05/2020 11:33 1246 exibições

LOGO nalogo

Segue e estabilidade no mercado da soja nesta quarta-feira (6). Por volta de 7h40 (horário de Brasília), as cotações subiam entre 1,25 e 1,75 ponto nos principais contratos, com o maio valendo US$ 8,38 e o julho, US$ 8,41 por bushel. 

O mercado se mantém focado nas relações entre China e Estados Unidos, na demanda da nação asiática - e na competitividade do Brasil, ainda bastante forte e presente - bem como no início da nova safra norte-americana. 

"A ARC ressalta que o plantio estadunidense neste ano-safra segue um dos melhores ritmos semanais da história do país. Apesar de micro-áreas presenciando excessos de chuvas, geadas e neve, o cenário é normal para dada época do ano", explicam os consultores da ARC Mercosul.

Assim, os traders continuam atuando com cautela, à espera de notícias mais fortes que possam direcionar o mercado. O novo boletim mensal de oferta e demanda do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) chega no início da próxima semana e pode trazer alguma faísca aos negócios. 

Veja como fechou o mercado nesta terça-feira:

>> Margens ruins e escassez do grão devem reduzir esmagamento de soja no Brasil. Agrinvest projeta recuo de 44 para 41 mi/t 

Tags:
Por:
Carla Mendes | Instagram @jornalistadasoja
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário