Soja dá sequência às suas altas em Chicago nesta 3ª feira ainda com foco na área americana

Publicado em 06/04/2021 07:35 e atualizado em 06/04/2021 10:11 2799 exibições
Foco se dá também sobre o clima para os EUA e na demanda mais tímida da China neste momento

LOGO nalogo

Os preços da soja seguem subindo na Bolsa de Chicago nesta terça-feira (6), porém, de forma um pouco mais comedida. As cotações, por volta de 7h30 (horário de Brasília), subiam entre 3,75 e 6 pontos, levando o maio a US$ 14,18 e o setembro a US$ 13,06 por bushel. 

O mercado dá sequência às suas altas ainda sendo influenciado pelo boletim do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) sobre intenção de plantio na safra 2021/22. A área menor do que o esperado para a soja segue dando combustível ao avanço das cotações na CBOT. 

"Nesse momento, o principal papel dos preços é incentivar o aumento da área para 2021/22, ou seja, forçar o produtor americano a mudar de opinião em relação ao baixo crescimento para a próxima temporada", explicam os analistas da Agrinvest Commodities. 

Do mesmo modo, permanece a atenção dos traders sobre o clima para este início da safra norte-americana - com 2% do milho já plantado - e também sobre a demanda chinesa, que segue mais contida neste momento. 

Leia Mais:

+ USDA informa plantio do milho nos EUA em 2% da área estimada para safra 2021/22

Veja como fechou o mercado nesta segunda-feira:

>> Soja fecha em alta na CBOT nesta 2ª e, mesmo com queda do dólar, BR tem preços altos

Tags:
Por:
Carla Mendes | Instagram @jornalistadasoja
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário