China sinaliza redução no volume de farelo de soja e futuros respondem caindo em Chicago

Publicado em 21/04/2021 10:02 552 exibições
Pressão de demanda superou preocupações com o clima nos EUA

LOGO nalogo

Os preços internacionais da soja futura passaram a cair na Bolsa de Chicago (CBOT) ainda na manhã desta quarta-feira (21) após a publicação de um memorando do governo chines. As principais cotações registravam movimentações negativas entre 2,25 e 3,50 pontos por volta das 09h44 (horário de Brasília). 

O vencimento maio/21 era cotado à US$ 14,69 com queda de 2,25 pontos, o julho/21 valia US$ 14,55 com perda de 2,50 pontos, o setembro/21 era negociado por US$ 13,33 com baixa de 3,25 pontos e o novembro/21 tinha valor de US$ 12,96 com desvalorização de 3,50 pontos. 

Segundo informações do site internacional Farm Futures, os preços da soja caíram durante a após o memorando da China sobre a redução das rações de farelo de soja para suínos e aves.  

Leia Mais:

+ Remodelando o comércio de grãos? China muda a receita de ração animal

“Os ganhos no complexo da soja foram silenciados à medida que os mercados digeriam uma possível mudança nos fluxos globais de grãos e o clima frio em curso, reduzindo as taxas de germinação nos EUA”, comenta a analista Jacqueline Holland.

Reveja como estavam as movimentações de mercado no início da manhã:

+ Soja abre a 4ªfeira ampliando ganhos em Chicago de olho no frio

 

Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário