Soja brasileira safra 2020/21 está 76,3% comercializada, aponta DATAGRO

Publicado em 10/06/2021 13:20 343 exibições
Vendas antecipadas do milho de verão alcançam 67,4%; de inverno, 56,9%

Levantamento realizado pela Consultoria DATAGRO mostra que a comercialização da safra 2020/21 da soja brasileira avançou apenas 4,5% no mês passado, abaixo dos 9,1% do padrão normal para o período, apesar de já ter atingido 76,3% da produção estimada até o último dia 4 de junho, resultado abaixo dos 87,5% do fluxo recorde da safra passada, mas acima da média de 73,4% dos últimos 5 anos para o período. 

Considerando a previsão atual de produção da safra 2020/21, ajustada neste último mês para 136,97 milhões de toneladas, observa-se um total compromissado pelos produtores brasileiros de 104,44 mi de t. “Em igual período do ano passado, esse volume de produção negociado estava maior, tanto em termos nominais quanto absolutos, chegando a 112,17 mi de t”, destaca o coordenador de Grãos da DATAGRO, Flávio Roberto de França Junior. 

Safra 2021/22
De acordo com a DATAGRO, 17,4% da produção estimada da oleaginosa safra 2021/22 está comprometida comercialmente, acima dos 15,1% da média de 5 anos, mas inferior aos 33,1% do recorde anterior, ocorrido em igual momento de 2020.  

Segundo a projeção preliminar, que considera área maior em 2,9%, clima razoavelmente regular e produtividade dentro da normalidade, a safra brasileira do próximo ano tem potencial para atingir 141,18 mi de t, sendo assim, teríamos 24,55 mi de t comercializadas antecipadamente pelos sojicultores brasileiros. Volume muito inferior aos 45,34 mi de t desta mesma época no ano passado.

Milho
O levantamento também traz o andamento da comercialização do milho da safra de verão 2020/21 no Centro-Sul do Brasil, avançando 10,3% da produção esperada, abaixo dos 13,1% da média normal. As vendas chegaram a 67,4% da produção estimada, ante 57,1% do levantamento anterior e 77,0% em igual momento de 2020, seguindo acima dos 61,0% da média de cinco anos. Destaque para os 77,1% do Paraná e dos 75,8% de Santa Catarina.

A safra 2021 de inverno no Centro-Sul mostrou vendas moderadas. Até o dia 4 de junho, 56,9% da safra esperada estava compromissada pelos produtores, contra 51,1% no mês anterior, 61,0% em 2020 e 53,2% na média dos últimos 5 anos. Além de inferior ao ano passado, vai ficando muito abaixo do recorde de 67,0% de 2016.

A previsão total das duas safras foi reduzida de 109,31 para 101,65 mi de t, com perdas volumosas confirmadas na safra de verão do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina, e agora também expressivas na safra de inverno do Paraná, Mato Grosso do Sul e Goiás, diante da escassez de chuvas em abril e maio.

Tags:
Fonte:
Datagro

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário