Soja tem leves altas nesta manhã de 2ª em Chicago monitorando clima nos EUA e no Brasil

Publicado em 27/09/2021 07:50 1928 exibições

Logotipo Notícias Agrícolas

Os preços da soja dão início à semana com estabilidade na Bolsa de Chicago, operando do lado positivo da tabela. Nesta segunda-feira (27), perto de 7h40 (horário de Brasília), os futuros da oleaginosa subiam entre 1,75 e 2,25 pontos, levando o novembro a US$ 12,86 e o maio a US$ 13,05 por bushel. O mercado segue na necessidade de novas notícias para a redefinição de sua trajetória. 

O clima seco nos EUA permite o bom avanço da colheita tanto da soja, quanto do milho, porém, segundo explica o diretor geral do Grupo Labhoro, Ginaldo de Sousa, "a produtividade tanto do milho, como da soja vem caindo, de acordo com relatos dos produtores que continuam apontando que ambas as culturas estão desapontando, pelo menos até o momento, onde já se colheu algo em torno de 25% de milho e 15% na soja".

E assim, o mercado espera que uma nova revisão nos números da safra 2021/22 dos EUA no novo boletim mensal de oferta e demanda do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) em 12 de outubro. 

Os traders também operam à espera do novo reporte semanal de acompanhamento de safras desta segunda, a ser reportado pelo USDA às 17h e dos estoques trimestrais de grãos do EUA no dia 30 de setembro, quinta-feira. 

No paralelo, atenção também às condições de clima no Brasil para o desenvolvimento do plantio da nova safra. Entre as demais commodities, destaque para a alta de mais de 1% entre os futuros do petróleo e, no financeiro, à leve alta do dólar index de 0,03%, perto de 8h05. 

Veja como fechou o mercado na última semana:

Tags:
Por:
Carla Mendes | Instagram @jornalistadasoja
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário