Argentina planeja transformar em biodiesel, óleo de soja barrado pela China

Publicado em 08/07/2010 11:06 344 exibições
Independente dos resultados que se apresentem após o encontro entre a presidente argentina, Cristina Kirchner, e o mandatário chinês, Hu Jintao, o governo do país platino está elaborando um plano para equilibrar os efeitos negativos na balança comercial, ocasionados pela suspensão das compras de óleo de soja pelo país asiático.

A solução, apresentada pelo ministro do Planejamento, Julio de Vido, está na utilização do óleo vegetal que deixou de ser exportado, para a produção de biodiesel. De acordo com o ministro, essa iniciativa também permite ao país reduzir ao máximo a importação de óleo diesel, economizando divisas.

A estratégia dos argentinos passa por duas vias: aumentar o consumo interno de biodiesel para veículos automotores, e incentivar a utilização do biocombustível em centrais térmicas. Justifica-se a medida não apenas para agregar valor à produção de soja, mas também para reduzir em 10% a demanda pela importação de diesel.

Complementando o plano, o executivo local aumentou a porcentagem do biodiesel que deve ser adicionado pelos distribuidores ao diesel comum, de 5% para 7%. O governo espera, ainda, elevar a porcentagem para até 10% ao final deste ano.

Tags:
Fonte:
Complexo Soja

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário