Argentina: Previsões mostram que seca deve continuar

Publicado em 31/12/2010 09:17 e atualizado em 01/01/2011 10:10 1322 exibições

Não há necessidade de poupar palavras para definir a delicada situação da seca que atinge grande parte da região dos pampas argentinos. Importantes regiões produtoras terminam o ano sofrendo com uma severa estiagem, a pouca ou nenhuma quantidade de umidade no solo. Diante disso, produtores afirmam que é muito arriscado avançar com os processos da safra.

Desde o último dia 25, as previsões climáticas para o país não têm sido boas, criando uma pressão extra acerca de uma possível piora no balanço hídrico da Argentina.

Segundo um estudo divulgado pela Granar S.A. - Clima y Cultivos, vistas as condições dos últimos dias, a precipitação prevista para as próximas semanas não deverá ser capaz de atender as demandas das lavouras. Os dados mostram que o cenário nesta época é semelhante ao da seca de 2008/2009. 

O clima na Argentina, que resulta na redução da oferta no terceiro maior exportador mundial de soja, continua dando sustentação aos preços na Bolsa de Chicago.

Na sessão noturna do último dia do ano, as cotações encerraram no campo positivo, consolidando o bom momento pelo qual passou a oleaginosa em 2010.

Veja abaixo um panorama feito pela Bolsa de Cereais de Buenos Aires.

>> Panorama da Agricultura na Argentina - Bolsa de Cereais de Buenos Aires

Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário