Nova Mutum: 20% não recadastraram lavouras de soja

Publicado em 17/02/2011 12:15 429 exibições

O prazo para os produtores de soja recadastrarem suas propriedades junto ao Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea) encerrou na terça-feira (15). No entanto, em Nova Mutum 20% não providenciaram a atualização e deverão ser multados. No município são 298 produtores, que juntos plantaram cerca de 300 mil hectares de soja.

A equipe de fiscalização inicia as visitas a campo na segunda-feira. Conforme Só Noticias já informou, a medida foi instituída para auxiliar no controle fitossanitário. “Isso facilita a fiscalização no período do vazio sanitário, impedindo que propagação de doenças, a exemplo da ferrugem asiática”, disse o fiscal Fábio Cândido da Rosa.

A necessidade do recadastramento tem por base o decreto 1.424, de 20 de agosto de 2008. As informações levantadas ajudam o Indea a traçar um perfil do produtor mato-grossense. São dados sobre a primeira aplicação contra a ferrugem asiática, produtividade por hectare, áreas próprias e arrendadas, entre outros.

A multa é de aproximadamente R$ 340 e mesmo pagando a multa o produtor não ficará isento do recadastramento.

Tags:
Fonte:
Só Notícias

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário