Com novas compras da China, soja se recupera e fecha em alta

Publicado em 27/06/2011 16:40 e atualizado em 27/06/2011 17:23 838 exibições
A soja conseguiu se recuperar das perdas registradas ao longo do dia e fechou a segunda-feira com boas altas na Bolsa de Chicago. A oleaginosa conseguiu retomar seu fôlego com as notícias de compras por parte da China.

A nação asiática adquiriu 132 mil toneladas de soja da safra 2010/11 dos Estados Unidos. "As vendas da antiga safra de soja para a China neutralizaram a fraqueza que vimos na sessão eletrônica", disse o presidente da consultoria U.S. Commodities, Don Roose.

Há rumores de que a China estaria comprando, novamente, ofertas norte-americanas da safra antiga. Essas compras, aliadas às aquisições do ciclo 11/12, indicam que, por conta do recente recuo dos preços, a soja norte-americana volta a ser competitiva em relação ao produto da América do Sul.

Milho e trigo - Diferentemente da soja, o milho e o trigo encerraram o dia no vermelho. A pressão veio, principalmente, da movimentação dos mercados externos, das incertezas que rondam o desenvolvimento da economia mundial e das condições climáticas favoráveis nos Estados Unidos.

Os grãos, com exceção da soja, registraram mais um dia de liquidação de posições conforme os investidores migram para ativos mais seguros e aumentam sua aversão ao risco.

Quanto ao clima no cinturão de produção norte-americano, as previsões são positivas e tidas como favoráveis ao desenvolvimento da safra, apesar do excesso de chuva e dos alagamentos em algumas regiões.

O tempo bom também contribui para o avanço da colheita do trigo nos EUA e também para os bons níveis de produtividade.

Veja como ficaram as cotações no fechamento na Bolsa de Chicago:

>> SOJA

>> MILHO

>> TRIGO

Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário