Em Chicago, soja se desvencilha do recuo do milho e encerra em alta

Publicado em 01/07/2011 12:40 e atualizado em 01/07/2011 17:20 1445 exibições
A soja se recuperou nesta sexta-feira na Bolsa de Chicago. Ontem, depois dos números divulgados pelo USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) sobre um aumento dos estoques trimestrais, os três principais grãos negociados na Bolsa de Chicago tiveram um forte recuo e o milho acabou dando um tombo nos preços da oleaginosa. 

Porém, hoje, as duas commodities se dissociaram e as cotações da soja voltaram a encerrara em alta. O foco do mercado hoje é a redução de área de plantio na safra 2011/12 nos Estados Unidos reportado ontem pelo USDA. Essa redução dá ainda mais importância à produtividade e ao desempenho da safra norte-americana. 

Na outra ponta, o milho encerrou com forte baixa para  os vencimentos setembro/11, dezembro/11 e março/ 12 ainda digerindo os números do departamento. Um movimento de vendas generalizadas assolou o mercado e, por volta das 12h33, os principais contratos do cereal já registravam mais de 30 pontos de queda, uma vez que o limite de baixa foi expandido para 45 pontos.  Com isso, os vencimentos dezembro/11 e o março/12 já perdiam o patamar dos US$ 6 por bushel. 

Nesta quinta-feira (30), o USDA informou um aumento nos estoques norte-americanos em 1º de junho e também um aumento na área plantada no país mesmo diante dos problemas enfrentados pelos produtores no início da primavera por conta das condições climáticas. 
Clique nos links abaixo e confira os fechamentos na CBOT.
Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário