Liderados pelo trigo, grãos fecham em alta na Bolsa de Chicago

Publicado em 05/07/2011 15:13 e atualizado em 05/07/2011 17:25 845 exibições
O milho e o trigo registraram fortes altas na Bolsa de Chicago nesta terça-feira e fecharam no azul. Os preços avançaram depois do feriado de 4 de julho nos Estados Unidos influenciados, principalmente, pela volta dos investidores ao mercado de grãos por conta das recentes e significativas baixas das últimas semanas.

Quem liderou os ganhos hoje foi o trigo, que, encerrou o dia com mais de 20 pontos de alta. Isso acontece porque as cotações caíram o bastante para estimular a demanda e melhorar as exportações norte-americanas do grão e desacelerar as vendas de países da região do Mar Negro. Na última semana, o trigo recuou cerca de 8% na Bolsa de Chicago e aumentou sua competitividade em relação ao produto da região.

O milho aproveitou esse bom momento do mercado vizinho e também fechou em alta na CBOT. Por volta das 14h51 (horário de Brasília), o vencimento julho subia mais de 40 pontos, e os demais quase 20. O cereal encontrou sustentação também no aumento da demanda chinesa e sul coreana pelo produto norte-americano.

Já a soja, assim como  milho, também fechou com boa alta influenciada pelo trigo. A oleaginosa devolveu boa parte dos ganhos do início da sessão e cede à ausência de novidades significativas que possam alavancar o mercado.

Ainda de acordo com analistas, a soja teria um bom suporte nas incertezas sobre a safra e a área plantada nos EUA, bom o suficiente para promover um rali das cotações. Porém, a demanda fraca e o clima favorável, mesmo que no curto prazo, acabam neutralizando essa sustentação.

Para o analista de mercado Marcelo Bartholomeu, da FCStone, os preços devem continuar variando entre os US$ 13 e US$ 14 por bushel, com o mercado ainda digerindo os números divulgados pelo USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) na última semana. No próximo dia 12, o departamento lança mais uma relatório mensal de oferta e demanda e, até lá, o mercado não deve registrar grandes impulsos.

Veja como ficaram as cotações no fechamento da Bolsa de Chicago:

>> SOJA

>> MILHO

>> TRIGO

Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário