Mapa antecipa plantio de soja em MS

Publicado em 02/08/2011 12:03 647 exibições
O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) antecipou o período previsto no zoneamento agrícola para cultivo da soja em Mato Grosso do Sul. A portaria nº 346 prevê que o plantio da oleaginosa para a safra 2011/2012 poderá ser realizado a partir de primeiro de outubro na maioria dos municípios do Estado, sendo que anteriormente a temporada de plantio iniciava no dia 20 do mesmo mês.  
 
A antecipação do Zoneamento Agrícola de Risco Climático para a cultura de soja foi proposta ao MAPA pela Federação da Agricultura e Pecuária de MS (Famasul) e Associação dos Produtores de Soja (Aprosoja/MS). Em seminário realizado na Famasul, no dia 13 de julho, as entidades juntamente com a Empresa Brasileira de Agropecuária (Embrapa), Fundação MS e Fundação Chapadão, demonstraram aos técnicos do ministério as razões técnicas e a viabilidade de antecipar o plantio da soja no Estado e propuseram a mudança aos representantes do ministério.  
 
 “Demonstramos durante o seminário que os períodos recomendados anteriormente para o plantio da soja e do milho safrinha no Estado não estão condizentes com a época mais indicada para o produtor iniciar o plantio”, assinala o assessor da Famasul para assuntos agrícolas, Lucas Galvan. A partir do novo zoneamento, o período indicado para o cultivo de soja inicia em primeiro de outubro e pode chegar até 31 de dezembro.  A expectativa agora é de que o zoneamento do milho também tenha seus prazos adequados.
 
Ao modificar os prazos previstos no zoneamento da soja, o MAPA considerou o ciclo da soja e suas necessidades de umidade e temperatura para obtenção de boa produtividade. “A mudança vem atender uma necessidade sentida pelo produtor de se adaptar às intempéries climáticas, como na antecipação do plantio de milho safrinha para escapar da geada e o controle de doenças como a ferrugem da soja. A medida poderá se reverter em aumento de produtividade para os sojicultores do estado”, avalia o presidente da Famasul, Eduardo Riedel.
 
Zoneamento - O zoneamento agrícola recomenda o melhor período para cultivar a soja a partir da análise histórica do comportamento do clima, visando diminuir riscos com adversidades climáticas. São considerados aptos ao cultivo 3 grupos de cultivares de soja, de acordo com o ciclo de desenvolvimento da cultivar, e 3 tipos de solos, conforme a sua textura (arenoso, misto e argiloso). A combinação dessas variáveis faz com que os prazos previstos no zoneamento sejam diferenciados para um mesmo município, dependendo do tipo de solo e da cultivar. Dourados, por exemplo, tem plantio recomendado a partir do dia 1 de outubro para solo argiloso com cultivares dos grupos I, II e II e para solo misto com cultivares II e III; a partir do dia 10 para solo misto com cultivares do grupo I e não é recomendado o plantio em solo arenoso para nenhum dos grupos de cultivares.                                                        
 
Na última safra, Mato Grosso do Sul cultivou uma área de 1,76 milhão de hectares de soja, com uma produção de cinco milhões de toneladas, segundo levantamento da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).
Tags:
Fonte:
Sato Comunicação

0 comentário