Grãos operam em queda durante sessão regular em Chicago

Publicado em 08/09/2011 10:24 e atualizado em 08/09/2011 14:46 1341 exibições
Após encerrar o pregão noturno em Chicago no terreno misto da tabela, a soja abriu a sessão diurna com grande volatilidade e leves valorizações. Por volta das 14h36 (horário de Brasília), a oleaginosa perdia cerca de 6 ponto nos principais contratos. Seguindo a tendência da sessão noturna, o milho também registrava variação negativa, com 13 pontos de queda. Trigo caia 16 pontos nos principais contratos.

De acordo com analistas as baixas nos preços são amparadas por uma possível aumento da aversão ao risco por parte dos investidores que aguardam a divulgação no próximo dia 12 de uma queda da produtividade americana no próximo relatório de oferta e demanda do USDA (Departamento de Agricultura dos EUA) já precificada na Bolsa de Chicago.

No entanto, como o mercado está muito comprado a tendência também é de realização de lucros, e os preços podem ser puxados para baixo.

Relatório USDA – Acompanhamento de safra

O USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) divulgou no final da tarde desta terça-feira, 06, mais um relatório semanal de acompanhamento de safra.  

De acordo com o boletim, as lavouras de soja em condições boas ou excelentes nos EUA somavam 56% da área em 04 de setembro, abaixo dos 57% registrados na semana passada. Uma redução, portanto, de 1 ponto percentual.

Até o último domingo, apenas 6% das lavouras de soja haviam entrado no estágio de maturação diante dos 17% na mesma época do ano passado e 13% na média de cinco anos, segundo informações do relatório.

No caso do milho, as plantações apresentaram queda de 54% para 52% da área com bom ou excelente desempenho, um recuo de 2 pontos percentuais. No ano passado, o somatório bom excelente era de 69%. A média de cinco anos é de 64%.

Clima nos EUA

Para os próximos cinco dias, a previsão é de chuva para parte de Ohio, Indiana e Illinois. Para as lavouras plantadas com atraso as chuvas são uma boa notícia, porém, para a maior parte da safra dos EUA elas chegam tarde demais.

Tags:
Por:
Ana Paula Pereira
Fonte:
Notícias Agrícolas

1 comentário

  • Sebastião Alberto Ferreira Wenceslau Braz - PR

    Na opinião de vçs È a hora de Compra ou de Venda

    0