Notícias de fraca geada nos EUA derrubam preços da soja em Chicago

Publicado em 16/09/2011 07:56 512 exibições
Clique aqui para ampliar!

Comentário:

Esta análise refere-se ao pregão futuro de quatorze de setembro de 2011. Nesta quarta-feira, as cotações futuras de soja relativas aos três primeiros vencimentos da Bolsa Mercantil de Chicago (CME) fecharam com sólidas perdas, conforme a tabela acima. Comentários de que os danos da geada precoce no Meio-Oeste dos EUA foram quase que limitados à seção norte do estado de Minnesota ajudaram a desencadear forte movimento baixista logo na abertura do pregão futuro de soja.

Por sua vez, o retrocesso inicial motivou os fundos de especulação a vender soja futura ativamente, do que resultaram perdas cada vez mais acentuadas, sendo registrado o mais baixo nível de preço futuro da oleaginosa desde dezenove de agosto último. E tudo isso ocorreu apesar da desvalorização do Dólar dos EUA perante outras moedas conversíveis (vide o terceiro gráfico abaixo) e apesar também da firmeza dos preços futuros de commodities de energia (vide o segundo gráfico abaixo). As cotações futuras de farelo de soja igualmente cederam muito, devido a comentários de demanda mais lenta de carnes de aves.

O Departamento de Agricultura dos EUA (USDA) informou que o total dos registros de venda de soja norte-americana destinada à exportação efetuados na semana passada foi de tão somente 351.900 toneladas, muito abaixo das expectativas dos participantes do mercado futuro - algo em torno de 500.000 toneladas. Esse dado também influiu negativamente no desenrolar do pregão futuro de soja, em Chicago. Estima-se que nas sessões desta data em Chicago os fundos de especulação tenham vendido cerca de 8.000 lotes futuros (1.088.000 toneladas) de soja, aproximadamente 25.000 lotes futuros de milho e cerca de 3.000 lotes futuros de trigo.

Tags:
Fonte:
SojaNet

0 comentário