CBOT: Soja tem pior pregão em seis meses com recuo de 37 pontos

Publicado em 22/09/2011 12:07 e atualizado em 22/09/2011 16:30 1574 exibições

Os futuros dos grãos encerraram o pregão regular em Chicago nesta quinta-feira registrando fortes perdas. A soja atingiu o pior patamar nos últimos seis meses na CBOT e fechou a sessão despencando mais de 37 pontos, a US$12,83 por bushel. O milho e o trigo também encerraram com drásticas quedas na CBOT, com ambos perdendo cerca de 35 pontos em seus principais contratos.

As commodities agrícolas operaram hoje sob forte pressão do dólar, que mesmo após medidas do Banco Central para conter sua valorização recuperou o fôlego e voltou a subir 2%. A falta de fundamentos próprios e o aumento da aversão ao risco dos investidores que fugiram de ativos de riscos para mais seguros, como o próprio dólar, influenciaram o cenário pessimista para os grãos em Chicago.

O mercado financeiro também trabalhou hoje sob impacto do anúncio do Fed (Banco Central dos EUA) de manter a taxa básica de juros entre zero e 0,25% ao ano e comprar US$ 400 bilhões em títulos do tesouro americano até junho de 2012, medida que não foi vista de forma positiva pelo mercado, que esperava medidas mais firmes do órgão americano.

Exportações nos EUA

Hoje, o USDA (Departamento de Agricultura dos EUA) divulgou números sobre as exportações de grãos no país até o dia 15 de setembro. De acordo com o relatório, o volume embarcado de soja somou 404,4 mil toneladas no período. A expectativa inicial ia de 200 a 800 mil toneladas.

Para o milho, o volume também ficou dentro das estimativas que iam de 400 a 900 mil toneladas. O grão registrou 598,10 mil toneladas exportadas para o ano comercial 2011/12.

Já para o trigo, as vendas líquidas norte-americanas ficaram em 679.500 toneladas na semana encerrada em 15 de setembro, contra 413.500 toneladas na semana anterior.

Tags:
Por:
Ana Paula Pereira
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário