Na Reuters: Plantio de soja 2011/12 do Brasil avança para 5% da área

Publicado em 10/10/2011 17:45 478 exibições
Apesar da irregularidade das chuvas em partes das áreas produtoras de soja do Brasil, o plantio da safra 2011/12 avançou na última semana para 5 por cento da área projetada, informaram nesta segunda-feira duas consultorias especializadas.

E as projeções são de que os trabalhos se intensifiquem nos próximos dias, após chuvas recentes e previsões de mais precipitações , segundo especialistas.

De acordo com a AgRural, o plantio de soja no Brasil avançou de 2 por cento em 30 de setembro para 5 por cento em 7 de outubro.

Em relação à mesma época do ano passado, quando o plantio atrasou pela falta de umidade, os trabalhos estão adiantados. Segundo a consultoria, somente 2 por cento da área do país estava semeada em 8 de outubro de 2010.

"Em Mato Grosso, o plantio andou bem... e, apesar da irregularidade das chuvas, o fantasma do atraso ocorrido no ano passado já não assusta tanto", afirmou a Agência Rural em informe divulgado nesta segunda-feira.

Segundo boletim do Imea, instituto de análise de produtores de Mato Grosso, o Estado havia semeado até a última sexta-feira 5,6 por cento da área estimada em um recorde de 6,78 milhões de hectares, avanço de 4,3 pontos percentuais em relação à semana anterior.

Em Mato Grosso, maior produtor nacional de soja, as regiões com trabalhos mais adiantados são a oeste, que já tinha bom ritmo na semana passada, e o norte, que intensificou os trabalhos nos últimos dias", acrescentou a Agência Rural, estimando ainda que Mato Grosso do Sul e Goiás já plantaram 5 e 4 por cento de suas áreas, respectivamente.

Um plantio de soja ocorrendo dentro da normalidade, a princípio, pode representar uma escoamento do grão para exportação dentro do período considerado normal. Na temporada anterior, o Brasil (segundo exportador global) demorou mais tempo para acessar o mercado global, após um atraso no plantio.

A safra do Brasil 11/12 está oficialmente estimada entre 72,18 e 73,29 milhões de toneladas, abaixo do recorde de 75,3 milhões de toneladas do ciclo anterior, por conta da expectativa de produtividade menor.

ACELERANDO O RITMO

A Céleres tem uma visão de que os trabalhos estão ligeiramente avançados. Pela média histórica dos últimos cinco anos, segundo levantamento da consultoria, o plantio no Brasil deveria estar em 3 por cento da área, o que indica que os trabalhos efetivamente estão adiantados.

"A chuva chegou em grande parte da área agrícola nacional, o que levou os agricultores a iniciar os trabalhos de plantio", destacou a Céleres.

No Paraná, segundo produtor de soja do Brasil, após um período seco durante a semana passada, choveu bem no domingo, trazendo alívio para os produtores.

Como houve uma mudança no zoneamento agrícola para a soja no Paraná, antecipando a permissão para a semeadura já a partir do dia 20 de setembro em algumas regiões do Estado, os paranaenses estão bem adiantados em 2011, especialmente na região oeste.

De acordo com a Secretaria de Agricultura, os produtores semearam até a semana passada 13 por cento da área estimada, contra 2 por cento na média dos últimos anos.

De qualquer forma, as chuvas era necessárias, especialmente para intensificar o plantio no norte do Estado. "Não plantaram mais porque estava faltando chuva, no final de semana choveu, deu uma amenizada... a perspectiva de plantio é boa, porque agora está na época de plantio forte", observou a agrônoma Margorete Demarchi, do governo estadual.

Tags:
Fonte:
Reuters

0 comentário