HOME VÍDEOS NOTÍCIAS DADOS DA SAFRA METEOROLOGIA FOTOS

Inovações no manejo de pragas e doenças contribuem com a qualidade da safra de cana

Publicado em 18/06/2021 12:12 e atualizado em 18/06/2021 13:51 61 exibições

Na próxima quinta-feira, 24/6, começam as atividades do 6º Ciclo de Seminários Agrícolas CanaMS 2021. Nessa data, a partir das 13hs (14hs BSB), acontece o 1º Seminário, que terá como tema “Pragas e Doenças da cana-de-açúcar”. O evento será realizado on-line, com transmissão pelo Canal do Youtube da Embrapa (https://www.youtube.com/watch?v=sRDG9ATJ7Rw) e também pelo Facebook da Embrapa Agropecuária Oeste.  

Na ocasião, os participantes poderão conhecer mais sobre “as previsões climáticas para o Inverno”, por meio de palestra proferida pelo pesquisador da Embrapa Agropecuária Oeste, Claudio Lazzarotto. Na sequência haverá palestra sobre “Eficiência no uso de armadilhas”, que será realizada por José Francisco Garcia, da Global Cana (Ribeirão Preto/SP); em seguida acontece a palestra sobre “Cana: o palhiço, as doenças e o caminho a seguir”, que será realizada pelo analista da Embrapa Agropecuária Oeste, Alexandre Dinnys Roese. 

Para encerrar as atividades acontece ainda palestra sobre “Uso do Drone na aplicação de Cotesia”, realizada por João Adalberto Palucci, da empresa Rio Amambai Agroenergia (Naviraí/MS). Após as palestras os participantes poderão interagir por meio de perguntas on-line, via chat. A moderação do evento será feita por José Trevelin Junior (TCH Gestão Agrícola) e Cesar José da Silva (Embrapa Agropecuária Oeste).

Qualidade - O pesquisador e coordenador do evento, Cesar José da Silva ressalta que a cultura de cana-de-açúcar é muito expressiva no estado e explica “Mato Grosso do Sul é o quarto maior produtor de canado Brasil com 48,99 milhões de tonelada na safra 2020/21, segundo dados da CONAB”. 

Segundo ele, o bom manejo de pragas e doenças tem grande contribuição para aumento da produtividade e da qualidade da cana colhida, daí a importância do tema deste 1º Seminário Agrícola. Cesar acredita que o potencial estadual é muito promissor para a cultura e acrescenta “durante muitos anos as tecnologias aqui empregadas eram oriundas das regiões tradicionais na produção de cana, que possuem características edafoclimáticas diferentes das nossas. Com o passar dos anos, as pesquisas e experiências das equipes técnicas das usinas e fornecedores, foram se intensificando na região. Hoje, já estamos indo para o sexto ano consecutivo do Ciclo de Seminários Agrícolas com palestras de especialistas, cases de sucesso e resultado de pesquisas desenvolvidas no MS”. 

O pesquisador chama atenção ainda para a qualidade da cana-de-açúcar e diz “dados da Biosul, revelam que a cana-de-açúcar produzida no estado tem melhorado de qualidade safra após safra. Houve um aumento de 3,7% na concentração de Açúcares Totais Recuperáveis (ATR/TC), ou seja, foi obtido 142,39 kg por tonelada de cana no período acumulado da safra de cana-de-açúcar 2020/2021 e com produtividade estável”. 

Resultados - O Chefe Adjunto de Transferência de Tecnologia da Embrapa Agropecuária Oeste, Auro Akio Otsubo, destaca a relevância desse evento, visto que  a Equipe de pesquisa em agroenergia da Embrapa Agropecuária Oeste tem obtido resultados de pesquisas voltados para o sistema de produção de cana-de-açúcar de Mato Grosso do Sul. Ele acrescenta ainda que boa parte desses resultados são respostas às demandas feitas pelo setor produtivo estadual ao longo dos anos anteriores.

O evento é gratuito e aberto aos interessados no tema. As inscrições podem ser feitas por meio do link: https://www.cpao.embrapa.br/seminario-cana-ms/pages/inscricao.ph.

Esse evento é uma realização da Embrapa Agropecuária Oeste, sendo organizado pela TCH Gestão Agrícola e conta com apoio institucional da Biosul, Sulcanas, Coplacana e Global Cana.

Fonte:
Embrapa

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário