Açúcar tem alta moderada nesta tarde de 2ª em NY, mas cai em Londres

Publicado em 26/07/2021 12:42 51 exibições
Positivamente, mercado repercute temores com novas geadas no Centro-Sul e câmbio, mas sente pressão do financeiro

Logotipo Notícias Agrícolas

Os contratos futuros do açúcar operam com ganhos moderados nesta tarde de segunda-feira (26) na Bolsa de Nova York, mas recuam em Londres. O dia é marcado por suporte com preocupações relacionadas com geadas no Brasil, mas peso do financeiro com o petróleo.

Por volta das 12h (horário de Brasília), o açúcar bruto tinha valorização de 0,94%, negociado a US$ 18,34 c/lb na Bolsa de Nova York. Enquanto que o tipo branco cotado em Londres registrava queda de 0,57%, a US$ 455,70 a tonelada.

Os temores com novas geadas no Centro-Sul do Brasil nesta semana com a chegada de uma nova onda de frio seguem ditando as negociações no mercado externo. 

"O que chama atenção dessa vez é a persistência da massa de ar frio, serão dias consecutivos de quedas tanto nas temperaturas mínimas, quanto nas máximas no Centro-Sul do Brasil", diz Andrea Ramos, meteoeologista do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).

Apesar disso, parte do mercado aponta que a colheita está avançada no Centro-Sul.

"O fato de os preços do açúcar terem respondido de forma mais moderada (às geadas no Brasil) se deve, não menos, à maior resistência da cana-de-açúcar em comparação com o café", disse em nota Commerzbank. "Além disso, a colheita da safra deste ano está praticamente concluída nas áreas em questão", complementou.

Por outro lado, no financeiro, o mercado sente pressão da desvalorização do petróleo. Apesar disso, o dólar comercial recuava sobre o real, o que tende a desencorajar as exportações e dá suporte sobre os preços externos das commodities.

» Clique e veja as cotações completas de sucroenergético

Por:
Jhonatas Simião
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário