Safra 2010/2011 de cana-de-açúcar atenderá demanda interna e estoques reguladores

Publicado em 30/03/2010 10:07 963 exibições
“A produção de cana-de-açúcar da safra 2010/2011 será suficiente para atender as necessidades internas de açúcar, etanol e haverá estoques reguladores”, afirmou o ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes, nesta segunda-feira (29), na abertura oficial da colheita da safra de cana, na Usina São Francisco, em Quirinópolis/GO. O município é considerado o maior polo produtor de açúcar e etanol do estado de Goiás, o quarto maior produtor de cana e o segundo maior de etanol do País.

Stephanes acredita que a próxima safra ficará entre 15 e 20% superior à atual que, até o momento, já colheu 594 milhões de toneladas de cana. Na usina, o ministro pode constatar a sustentabilidade da produção e destacou: “o modelo de produção que desejamos é o que garante renda ao agricultor e permite o aproveitamento integral da cana-de-açúcar, além de contribuir para a preservação do meio ambiente”. Antes da cerimônia Stephanes plantou uma muda de mogno na área, onde funciona um projeto de repovoamento de florestas, com mais de 50 espécies.

O governo federal estuda uma política para evitar oscilação dos preços do etanol, informou ainda Stephanes. Uma das ações propostas é o financiamento para formação de estoques do combustível. 

Para o presidente do Grupo Usina São João (USJ), Hermínio Ometto, “o ministro Stephanes merece o crédito do setor por defender o agronegócio e a segurança jurídica e de regulação no campo. Essa é uma excelente forma de interiorizar o País”.

Goiás - De acordo com o presidente do Sindicato das Indústrias de Etanol do Estado de Goiás (Sifaeg), André Rocha, 65% da colheita goiana, já mecanizada, garante ao estado o segundo lugar nacional na coogeração de energia elétrica a partir do bagaço de cana-de-açúcar. Ele adiantou que, em três anos, a energia gerada pelas usinas locais terá capacidade para abastecer todo o estado. Na safra 2009/2010, foram cultivadas em Goiás 40 milhões de toneladas, 33% mais que o resultado do ciclo agrícola 2008/2009. Em todo o País, o cultivo de cana destinada ao setor sucroalcooleiro atingiu 594 milhões de toneladas. 
Fonte:
Mapa

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário