Açúcar: SP inicia pico de safra com cristal acima de R$ 60/sc

Publicado em 13/07/2011 11:17 297 exibições
Os preços do açúcar cristal vêm subindo no mercado brasileiro há cerca de um mês, retomando os patamares verificados na primeira quinzena de maio, conforme dados do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), da Esalq/USP. Nessa terça-feira, 12, o Indicador do Açúcar Cristal CEPEA/ESALQ (estado de São Paulo) fechou a R$ 63,30/saca de 50 kg, alta de 8,55% em relação à terça-feira anterior, 5 – esta foi a primeira vez no ano em que o Indicador teve variação semanal superior a 6%. No acumulado deste mês (até o dia 12), o aumento é de fortes 11,55%.

Na atual safra da região Centro-Sul, o menor preço do açúcar, considerando-se como referência o Indicador do Cristal no estado de São Paulo CEPEA/ESALQ, foi de R$ 53,71/sc, no dia 7 de junho. Em 2010, a mínima do Indicador foi de R$ 39,99/sc no dia 6 de julho, com os valores oscilando entre R$ 40,00/sc e R$ 50,00/sc até início de setembro/10.

Segundo pesquisadores do Cepea, a produção de açúcar no estado de São Paulo segue abaixo das expectativas, sustentando os preços da commodity tanto no mercado interno quanto no externo. Com a oferta relativamente baixa, compradores conseguem adquirir no mercado spot paulista açúcar suficiente apenas para atender à demanda de curto prazo. Muitas usinas consultadas pelo Cepea têm mostrado, inclusive, grande dificuldade em formar estoques, já que praticamente tudo o que é produzido é rapidamente vendido.

Além da oferta enxuta, o impulso nos últimos dias veio também da demanda internacional, comentam pesquisadores do Cepea. A China deve fazer novas aquisições ainda na atual temporada – que vai até o final de setembro – e já há expectativa de aumento das importações de açúcar desse país também no próximo ano comercial. Estimativas apresentadas por consultorias sinalizam que o volume ficará entre 2,3 e 3 milhões de toneladas, o que representa, no mínimo, aumento de 20% no volume de importações chinesas.

Na Bolsa de Nova York (ICE Futures), o contrato de açúcar demerara Outubro/11 é negociado acima dos 29 centavos de dólar por libra-peso. Na Bolsa de Londres (Euronext Liffe), as cotações do contrato de açúcar refinado com vencimento em Agosto/11 também subiram nos últimos dias.

Quanto à produção brasileira, a Unica (União da Agroindústria da Cana-de-Açúcar) estima quebra de aproximadamente 10% da moagem da safra 2011/12 da região Centro-Sul, o que pode levar à redução de 1 milhão de toneladas de açúcar, cuja produção era estimada inicialmente em 34,5 milhões. Segundo a consultoria Czarnikow, a produção de cana-de-açúcar no Centro-Sul deve ser de 535 milhões de toneladas, ou seja, 40 milhões de toneladas abaixo da sua primeira estimativa.

Cálculos do Cepea mostram que as vendas externas remuneraram 3% a mais que as internas (estado de São Paulo) na semana passada. Enquanto a média do Indicador CEPEA/ESALQ do cristal foi de R$ 59,17/sc, as cotações do contrato Agosto/11 na Bolsa de Londres (Liffe) equivaleriam ao preço médio de R$ 60,88/sc. Para esse cálculo foram considerados US$ 100,60/t de fobização e desconto de qualidade de US$ 39,00/t.

Sobre as paridades entre os preços de açúcar e etanol no estado de São Paulo, cálculos do Cepea mostram que o açúcar remunerou 37% a mais que o anidro e 49% a mais que o hidratado na última semana.

Quanto às exportações, segundo dados da Secex, os embarques brasileiros de açúcar bruto (VHP) totalizaram 1.847,5 mil toneladas em junho, volume 33,6% maior que o de maio (1.383,0 mil), mas 4% menor que o de junho/10 (1.924,4 mil). Quanto ao açúcar branco, em junho, foram exportadas 639,5 mil toneladas, expressivo acréscimo de 195,4% sobre o volume de maio (216,5 mil) e de 10,5% superior ao de junho/10 (578,5 mil). O total de açúcar (bruto e refinado) somou 2.487,0 mil toneladas em junho, volume 55,49% maior que o de maio (1.599,5 mil), mas 0,6% menor que o de junho/10 (2.502,9 mil). A receita com a exportação foi de US$ 1,401 bilhão em junho deste ano, 54,6% a mais que maio/11 (US$ 906,5 milhões) e 27,4% superior à de junho/10 (US$ 1,1 bilhão).

Clique aqui para ampliar!

Fonte:
Cepea

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário