Job reduz previsão de produção de açúcar do Centro-Sul para 32,3 mi t

Publicado em 17/08/2011 14:29 214 exibições
A produção de açúcar da região centro-sul do Brasil foi estimada em 32,3 milhões de t, abaixo das 33,5 milhões de t previstas em julho, afirmou a consultoria Job Economia nesta quarta-feira. O diretor da Job, Júlio Maria Borges, disse que reduziu a previsão para a produção de cana-de-açúcar na região, que representa 90% da safra total do Brasil, para 522 milhões de t, ante 540 milhões em julho.

A estimativa da Job, no entanto, ficou acima das recentes reduções feitas por outros analistas da previsão para a safra. "Com os efeitos da geada e do florescimento, tem sido muito difícil estimar com precisão o tamanho da safra", disse Borges. "Nossa previsão reflete produtividades historicamente baixas, semelhante a 2000, quando tivemos umas das piores secas na região."

No dia 11 de agosto, a União da Indústria de Cana-de-açúcar (Unica) rebaixou sua estimativa para 31,6 milhões de t de açúcar e 510,2 milhões de t de cana no centro-sul. Tais valores ficaram abaixo dos divulgados em julho, de 32,4 milhões de t e 533,5 milhões de t, respectivamente. Analistas da Datagro cortaram a previsão no dia 9 de agosto, para 31,9 milhões de t de açúcar e 517,4 milhões de t de cana.

Borges afirmou que a estimativa é baseada em relatórios de usinas sobre área plantada, que hoje é menor que 7,3 milhões de hectares. Ele disse que as usinas tem reportado rendimento agrícola de 70 t de cana por hectare, que é extremamente baixo.

A safra de cana brasileira foi afetada por duas geadas desde julho, que interromperam o florescimento. Isso significa que as plantas direcionam mais energia da fotossíntese para a reprodução do que para a produção de açúcar.

Fonte:
Reuters

0 comentário