Fornecedores de cana propõem emenda a relator da MP 543

Publicado em 25/10/2011 07:45 445 exibições
Produtores nordestinos de cana de açúcar vão propor a inclusão da subvenção econômica para o setor no texto da Medida Provisória 543. A ação, que foi articulada pela União Nordestina dos Produtores de Cana (Unida), será realizada nesta terça-feira (25), em Brasília, no gabinete do deputado federal Heleno Silva (PRB-SE), relator da MP. A Medida Provisória visa autorizar a União a conceder subvenção para instituições financeiras de forma que elas permitam a contratação e o acompanhamento das operações de microcrédito produtivo.
 
De acordo com presidente da Unida, Alexandre Andrade Lima, a iniciativa tem como objetivo evitar a descontinuidade do Programa de Subvenção da Atividade Canavieira no Nordeste, que nos últimos três anos, tem estimulado uma maior produtividade dos canaviais da Região. O benefício, que pode se extinguir este ano, consiste em estimular financeiramente o desenvolvimento das plantações. “O incentivo tem promovido uma maior produtividade nas lavouras”, diz, ressaltando que dos 21 mil produtores nordestinos de cana, 90% são de agricultura familiar.
 
A continuidade do programa colabora ainda para reduzir os problemas causados pela sazonalidade da cultura no país, principalmente com relação à produção de etanol. “Na medida em que a subvenção estimula uma maior produção de cana na Região, há consequentemente um incremento em seus produtos manufaturados”, justifica. Fatores econômicos e culturais regionais depõem também a favor da continuidade do programa. “A atividade canavieira é uma importante e destacado pilar de sustentação econômica e social para o povo do Nordeste”, conta, informado que somente a cultura é responsável, por exemplo, por 10% e 20% do Produto Interno Bruto dos estados de Pernambuco e Alagoas respectivamente.
Fonte:
AI Unida

0 comentário