USDA: Com bom avanço, plantio da soja e do milho nos EUA superam expectativas

Publicado em 15/05/2017 18:47 e atualizado em 16/05/2017 10:13
6937 exibições

O USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) trouxe, no fim da tarde desta segunda-feira (15), seu novo boletim semanal de acompanhamento de safras com a atualização do plantio com números que já vieram refletindo uma melhora do clima no Corn Belt.

A semeadura da soja foi reportada em 32% da área até o último domingo (14), contra 14% da semana passada, 34% do mesmo período do ano passado e 32% de média plurianual. O total ficou acima das expectativas do mercado, as quais eram de 25% a 30%. 

No caso milho, por sua vez, o plantio já foi concluído em 71% da área, enquanto os traders esperavam algo entre 60% e 65%. Em uma semana, os trabalhos de campo evoluíram 24 pontos percentuais, e o total se alinhou ao ano passado - 70% - e a média dos últimos cinco anos, de 70%. 

O departamento informou ainda que 8% das lavouras de soja emergiram até o dia 14, contra a média de 9% do ano passado e o mesmo índice no mesmo período do ano anterior. Sobre o cereal, o USDA informou 31% das lavouras já emergiram, contra 15% da semana anterior, 41% de 2016 e 36% de média. 

Segundo explica o consultor em agronegócio Ênio Fernandes, da Terra Agronegócios, esses números já mostram que "o produtor americano term muita capacidade de entregar área plantada com rapidez". E assim, o mercado poderia sentir uma pressão maior e registrar preços em queda na sessão desta terça-feira (16) na Bolsa de Chicago. 

No entanto, Fernandes afirma ainda que a pressão sobre a oleaginosa deve ser limitada. "Mesmo com esses números, eu não acredito em uma derrocada nos preços da soja", diz. "Estamos falando ainda em uma safra em potencial, e não em uma safra real", completa. 

Além disso, o consultor chama a atenção também para o período de junho a agosto, quando a safra americana estará na fase de florescimento e enchimento de grãos, principalmente, no caso da soja. "E aí sim, deveremos estar muito atentos às oportunidades que o mercado possa dar nesse intervalo", diz. 

Previsão do Tempo

Para os próximos dias, são esperadas mais chuvas no Meio-Oeste americano, porém, acontecendo de forma mais localizada. Ainda assim, os volumes deverão ser elevados nos acumulados dos próximos 5 e 7 dias, como ilustram os mapas atualizados do NOAA, a agência oficial de clima do governo norte-americano. 

EUA 5 Dias

EUA 7 dias

Já no período de 20 a 24 de maio, os mapas mostram que, no leste do Meio-Oeste americano, são esperadas condições de temperaturas mais baixas e mais chuvas, enquanto as temperaturas já são melhores e mais altas na região leste do cinturão produtor.

Chuvas 6 a 10 dias

Previsão de chuvas para os próximos 6 a 10 dias - NOAA

Temperaturas 6 a 10 dias

Previsão de temperaturas para os próximos 6 a 10 dias - NOAA

Tags:
Por: Carla Mendes
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário