EUA 2019/20: USDA estima redução de 5% na área de soja e aumento de 4% no milho

Publicado em 29/03/2019 13:29 e atualizado em 29/03/2019 19:09
3351 exibições

LOGO nalogo

O USDA (Departamento de Agricultura dos Estados), nesta sexta-feira (29), trouxe seus primeiros números de projeção de área para a safra 2019/20 do país e impressionou pelos números do milho. 

A estimativa do departamento, baseada em uma pesquisa feita junto a produtores, é de que sejam cultivados 37,56 milhões de hectares com o cereal nesta nova temporada, 4% a mais do que no ano anterior. Ainda de acordo com o USDA, o levantamento mostra que a área deve aumentar ou se manter estáveis em 34 dos 48 estados. 

Ao contrário, a soja deverá ocupar uma área 5% menor do que o a de 2018, com 34,24 milhões de hectares. A redução ou estabilidade da área destinada à oleaginosa, de acordo com o boletim, poderá ocorrer em 26 de 29 estados levantados. 

A reação das cotações - que também refletem os dados de estoques trimestrais - é compatível e, perto de 13h10 (horário de Brasília),  os futuros do milho perdiam mais de 10 pontos na Bolsa de Chicago. A soja também opera em queda, mas de forma mais tímida, com perdas de pouco mais de 1 ponto nos contratos mais negociados. 

Para todo o trigo americano, a estimativa do USDA é de que sejam plantados 18,54 milhões de hectares, área 4% menor do que a do ano passado. Segundo o USDA, essa é a menor área plantada de milho desde 1919. 

A área de algodão também deverá ser menor nesta temporada em 2% se comparada à temporada anterior. Os EUA semearão, segundo projeções do departamento americano, 18,54 milhões de hectares. 

Ainda nesta sexta, o USDA trouxe seu reporte de estoques trimestrais com a posição dos grãos em 1º de março. Os números de milho ficaram bem acima da média das expectativas, enquanto a soja veio em linha com o esperado. 

Leia mais e veja os números completos:

>> USDA confirma estoques trimestrais recordes de soja e milho acima do esperado

Tags:
Por: Carla Mendes
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário